O empresário Roberto Vicente Correia do Monte, acusado de matar o radialista Joacir Oliveira Filho, de 34 anos, no dia 30 de maio, em um restaurante, no Centro de Campina Grande, virou réu por homicídio após a justiça acatar a denúncia do Ministério Público da Paraíba. O motorista do empresário, Mário Lúcio de Oliveira, que foi flagrado nas imagens dando fuga ao acusado, logo após o assassinato, também foi denunciado por participação no crime.

Na denúncia, o MPPB pede que Roberto Vicente seja pronunciado a júri e julgado pelo Conselho de Sentença. O empresário foi indiciado por homicídio pela delegada da Polícia Civil, Suelane Guimarães.

O juiz do 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, Bartolomeu Correia Lima, ao analisar o inquérito, reconheceu a existência de indícios de autoria do crime, além de provas da sua materialidade. Como o magistrado aceitou a denúncia, foi iniciada a ação penal e o acusado passou a ser considerado na condição de réu.

Leia também: Radialista é assassinado com tiro no peito em Campina Grande 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia prende suspeitos de tráfico e apreende arma em Santa Rita

A Operação Nômade, realizada pela Polícia Militar nessa sexta-feira (19), na cidade de Santa Rita, resultou na prisão de três suspeitos de tráfico de drogas, de um procurado pela Justiça…

Polícia fiscaliza bares da Capital e recaptura foragidos da Justiça

Três foragidos da Justiça foram recapturados, oito adolescentes encaminhados ao Conselho Tutelar e vários frascos com entorpecentes apreendidos, na noite dessa sexta-feira (19), durante a Operação Risco Zero, realizada na…