A Paraíba o tempo todo  |

Ações aéreas da segurança na PB somam 32 resgates, salvamentos e operações até agosto

O Grupamento Tático Aéreo (GTA) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesds) realizou 32 ações de janeiro a agosto deste ano, sendo 17 resgates/salvamentos e 15 apoios a operações integradas em todo o estado. A equipe conta com duas aeronaves, Acauã 1 e Acauã 2, que somaram mais de 112 horas de voo, resultando em sete veículos apreendidos, 13 apoios em ocorrências de roubos, 25 patrulhamentos aéreos e três apoios em operações em estabelecimentos prisionais. Além disso, os helicópteros do tipo Esquilo ainda estiveram presentes nas operações ‘Previna-se’, realizada pela Polícia Militar, e em instruções de nivelamento e equipamentos ocorridas com todo o efetivo do GTA.

De acordo com o comandante do grupamento, major Carlos Nascimento, em geral os acionamentos do GTA são realizados pelo Centro Integrado de Operações (Ciop). “Somos responsáveis pelo comando, planejamento, coordenação, operacionalização, fiscalização, treinamento, segurança, manutenção e controle das atividades aéreas, além de apoio às atividades de defesa civil e resgate”, explicou, lembrando das ações com resultado exitoso a partir do uso das aeronaves, a exemplo da ocorrida na quinta-feira (10), quando o grupamento deu apoio a uma ocorrência na praia de Jacarapé, com a recuperação de um caminhão de carga roubado na região de Guarabira.

O GTA foi criado em setembro de 2014 e está diretamente subordinado à Secretaria da Segurança e da Defesa Social, contando hoje com 33 integrantes da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar. O grupamento ainda tem um  acervo de equipamentos dotados para multimissão, a exemplo de ‘bambi bucket’, para combate a incêndios e queimadas; ‘sling’, para salvamento em água; maca envelope, destinada a operações de resgate em altura, local confinado, ribanceiras e terrenos de difícil acesso por terra; farol de busca, utilizado em operações noturnas de busca, localização e apoio à tropa; e cesto de resgate de puçá, para resgate de vítimas de arrastamento, afogamento e naufrágios.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe