As imagens são chocantes e inacreditáveis em tempo de pandemia. Na véspera do feriadão antecipado de Campina Grande, por conta do avanço do Covid-19, uma multidão invadiu as ruas da cidade, e formou longas e intermináveis filas em frente a alguns supermercados da Rainha da Borborema. Diante do crescente número de casos de Covid-19, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), antecipou, através de decreto, os feriados de Corpus Christi, São João e Fundação da Paraíba.

Câmeras de monitoramento da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) registraram um grande número de pessoas nas principais vias, gerando aglomerações, principalmente nos supermercados.O trânsito na cidade também estava caótico. Os campinenses quebraram o isolamento e estão se expondo ao risco de contágio do coronavírus.

Em um total descumprimento as as medidas de isolamento social recomendadas pelas autoridades sanitárias e epidemiológica, os campinenses, saíram de casa e se dirigiram até alguns supermercados com medo de desabastecimento durante o feriadão. Em um supermercado na avenida Floriano Peixoto, a fila foi quilométrica e chegou a dar volta em outra rua. Além de ignorar o avanço dos casos de Covid-19 na cidade, e desrespeitar as medidas de isolamento domiciliar, as muitas pessoas ainda não obedeceram a distância de 2 metros uma da outra como forma de evitar o contágio do vírus.

As imagens chocantes se repetiram no Centro da cidade, precisamente nos cruzamentos das ruas 7 de Setembro com a João Pessoa. Uma fila quilométrica de carros foi formada e muitos motoristas promoveram um buzinaço, ignorando os decretos municipal e estadual, de emergência em decorrência da pandemia. As aglomerações de pessoas e as filas de carros, dava a impressão de que Campina Grande já teria voltado a normalidade.

A cidade é a segunda maior do Estado em número de infectados com o novo coronavírus. Por conta do crescimento assustador do vírus, o prefeito Romero Rodrigues, reforçou as medidas de segurança, e antecipou dois feriados. A cidade também corre o risco de entrar em ‘lockdown’ embora essa medida radical esteja temporariamente descartada pelas autoridades.

A Paraíba passou de 300 mortes por Covid-19 na quinta-feira (28), conforme os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Dos mais de 11 mil casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus no estado, 318 resultaram em morte dos pacientes.

No último boletim divulgado nessa quarta-feira (28), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), Campina Grande registrou 1180 casos da doença.

Severino Lopes
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cidade da Paraíba zera número de pacientes infectados pelo coronavírus

A Secretaria de Saúde de Curral de Cima confirmou a recuperação de todas as pessoas infectadas pelo coronavírus na cidade. No total foram 16 pessoas diagnosticadas com a covid-19. Os…

Nota Cidadã divulga os 21 ganhadores dos prêmios em dinheiro de julho

A realização do 7º Sorteio da Nota Cidadã, nesta sexta-feira (10), na sede da Loteria Estadual da Paraíba (Lotep), em João Pessoa, contou mais uma vez com recorde de participantes…