Após reunião realizada por videoconferência, na manhã desta sexta-feira (5), entre gestores de instituições de ensino superior do Estado, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) estendeu a suspensão de suas atividades acadêmicas e administrativas até o dia 12 de julho. Os gestores, de forma conjunta, indicaram prorrogar a suspensão das aulas em todas as suas unidades/câmpus, considerando as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e dos órgão de Saúde e Vigilância Sanitária do Estado da Paraíba, em decorrência da pandemia de Covid-19.

Nos setores administrativos da UEPB, as atividades presenciais dos técnicos administrativos também seguem suspensas até o dia 12 de julho e os servidores devem seguir trabalhando em sistema de home office. O objetivo de estender a suspensão das atividades é para garantir a segurança em saúde da comunidade universitária, de modo a evitar concentração de pessoas e, com isso, prevenir a infecção pelo novo coronavírus.

Em relação às instituições particulares, elas seguirão as definições do MEC. No caso do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), embora a instituição tenha participado do encontro e venha seguindo as medidas conjuntas adotadas nas reuniões, a decisão sobre prorrogar a suspensão das atividades será definida por órgãos internos em reunião posterior. Uma nova reunião virtual entre os gestores ficou agendada para o dia 3 de julho, quando o cenário será reavaliado.

As instituições, de forma conjunta, trabalharão, ainda, nas próximas semanas, na elaboração de um protocolo único, debatido com autoridades sanitárias e de saúde, para ser aplicado quando do retorno das atividades presenciais. Participaram da videoconferência que recomendou a prorrogação da suspensão das atividades nas IES os gestores da UEPB, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), da Unesc, Unifacisa, Uninassau, Faculdade Cesrei, Faculdade Rebouças e Faculdades Integradas de Patos (FIP).

 

Redação com Codecom/UEPB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após passar mal, mulher dá a luz sem saber que estava grávida, na PB

Uma mulher de 25 anos deu a luz a um menino em um hospital de João Pessoa após passar mal, ser socorrida e descobrir apenas na hora do parto, que…

João sanciona lei que obriga uso de máscaras em áreas comuns de condomínios

Ao todo, no DOE deste sábado, três leis foram publicadas com o objetivo de prevenir a disseminação da Covid-19 No Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (4), o governador…