Até o final deste ano o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande será entregue à população totalmente equipado. Foi o que prometeu nesta quinta-feira à tarde, em Brasília, ao governador José Maranhão, em audiência, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Maranhão estava acompanhado dos deputados federais Manoel Júnior e Marcondes Gadelha, do PSB, e do secretário de Saúde, José Maria de França.

Maranhão pediu ainda recursos para terminar, equipar e por em funcionamento cerca de 30 hospitais abandonados desde 2003, pelo governo anterior. Temporão prometeu empenho para garantir os recursos necessários às obras. O ministro prometeu que no final do mês de abril deve vir à Paraíba para anunciar oficialmente essa e outras ações, que, reivindicadas pelo governador paraibano, deverão ser encaminhadas pela Saúde.

Antes disso, pela manhã, o governador e seus aliados estiveram com o ministro da Educação, Fernando Haddad, de quem obtiveram a garantia de recursos para escolas estaduais, recursos que estavam ameaçados diante da falta de cumprimento de exigências, pelo governo anterior, referentes à capacitação de cerca de 600 professores para gerenciamento dos projetos. Os recursos dizem respeito ao PDE Escola, uma ferramenta gerencial que auxilia a escola a realizar melhor o seu trabalho: focalizar sua energia, assegurar que sua equipe trabalhe para atingir os mesmos objetivos, avaliar e adequar sua direção em resposta a um ambiente em constante mudança. Após a audiência, o secretário Sales Gaudêncio reuniu-se com diretores do MEC encaminhando vários projetos do interesse da Educação pública na Paraíba.

Ainda pela manhã, o governador José Maranhão esteve com o ministro da Integração Geddel Vieira Lima. Maranhão estava acompanhado do secretário de Infraestrutura, Francisco Sarmento. Na Integração, o governador paraibano encaminhou projetos de recuperação e construção de adutoras, recuperação e construção de barragens. Entre os projetos, segundo avaliação do secretário Francisco Sarmento, a conclusão das obras das Várzeas de Sousa pode ser considerada a principal reivindicação, tendo recebido apoio imediato do ministro Vieira Lima. Na próxima semana, o secretário Sarmento vai novamente a Brasília para o encaminhamento de diversos projetos estruturantes no estado.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Defensoria Pública apoia campanha ‘Sinal vermelho contra a violência doméstica’

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB) apoia a campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros…

Romero anuncia abertura de bares, restaurantes e academias, a partir de 2ª

Na manhã desta sexta-feira (10), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, confirmou a reabertura de bares, restaurantes, academias e parques no município a partir da próxima segunda-feira (13). De…