Até o final deste ano o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande será entregue à população totalmente equipado. Foi o que prometeu nesta quinta-feira à tarde, em Brasília, ao governador José Maranhão, em audiência, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Maranhão estava acompanhado dos deputados federais Manoel Júnior e Marcondes Gadelha, do PSB, e do secretário de Saúde, José Maria de França.

Maranhão pediu ainda recursos para terminar, equipar e por em funcionamento cerca de 30 hospitais abandonados desde 2003, pelo governo anterior. Temporão prometeu empenho para garantir os recursos necessários às obras. O ministro prometeu que no final do mês de abril deve vir à Paraíba para anunciar oficialmente essa e outras ações, que, reivindicadas pelo governador paraibano, deverão ser encaminhadas pela Saúde.

Antes disso, pela manhã, o governador e seus aliados estiveram com o ministro da Educação, Fernando Haddad, de quem obtiveram a garantia de recursos para escolas estaduais, recursos que estavam ameaçados diante da falta de cumprimento de exigências, pelo governo anterior, referentes à capacitação de cerca de 600 professores para gerenciamento dos projetos. Os recursos dizem respeito ao PDE Escola, uma ferramenta gerencial que auxilia a escola a realizar melhor o seu trabalho: focalizar sua energia, assegurar que sua equipe trabalhe para atingir os mesmos objetivos, avaliar e adequar sua direção em resposta a um ambiente em constante mudança. Após a audiência, o secretário Sales Gaudêncio reuniu-se com diretores do MEC encaminhando vários projetos do interesse da Educação pública na Paraíba.

Ainda pela manhã, o governador José Maranhão esteve com o ministro da Integração Geddel Vieira Lima. Maranhão estava acompanhado do secretário de Infraestrutura, Francisco Sarmento. Na Integração, o governador paraibano encaminhou projetos de recuperação e construção de adutoras, recuperação e construção de barragens. Entre os projetos, segundo avaliação do secretário Francisco Sarmento, a conclusão das obras das Várzeas de Sousa pode ser considerada a principal reivindicação, tendo recebido apoio imediato do ministro Vieira Lima. Na próxima semana, o secretário Sarmento vai novamente a Brasília para o encaminhamento de diversos projetos estruturantes no estado.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paciente com suspeita do coronavírus na PB apresenta quadro de pneumonia

O paciente internado na Paraíba com suspeita de coronavírus apresentou um quadro de pneumonia e segue isolado em uma ala do Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, Capital da Paraíba.…

Indígenas venezuelanos serão inscritos em programas sociais na PB

Em reunião conduzida pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Defensoria Pública da União (DPU) em João Pessoa (PB), representantes de órgãos públicos e entidades se reuniram com lideranças das…