Por pbagora.com.br

Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos devem retornar da greve amanhã, no Estado, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (Sintect -PB).

O julgamento de dissídio coletivo, realizado ontem pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), estabeleceu que 29, das 79 cláusulas pedidas pela categoria, deveriam ser atendidas pelos Correios. Entre elas está o reajuste de 2,6% para os colaboradores.

Por outro lado, o adicional de risco, que corresponde a 30% do salário, não permaneceu. Apesar de o julgamento ter decidido que os grevistas deveriam voltar ao trabalho a partir de hoje, sob pena de multa de R$ 100 mil ao dia, o secretário de ações jurídicas do Sintec-PB, Fabiano Galdino, informou que o retorno só será possível na Paraíba a partir de amanhã.

“Nós só iremos retornar após a realização da assembleia, que estava prevista para segunda-feira, mas como sabíamos que o julgamento iria se estender até o fim da tarde, marcamos para terça. Dessa forma, só devemos conseguir retornar na quarta”, explicou. A assembleia está prevista para acontecer hoje, às 10h, com o objetivo de avaliar o resultado do julgamento e decidir os próximos passos da categoria.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Azevêdo autoriza a promoção de mais de 200 policiais militares

O governador João Azevêdo autorizou o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a promover mais 203 policiais militares, desta vez para a graduação de cabos. A lista com o…

MP manda prefeitura de Princesa empossar aprovados em concurso

O Ministério Público da Paraíba celebrou um termo de ajustamento de conduta para que o Município de Princesa Isabel emposse, em até 45 dias, os aprovados no último concurso público,…