Elas já representam 52% dos empreendedores e dão um toque especial ao desenvolvimento do país e do estado. E é com o intuito de evidenciar o espírito empreendedor feminino e utilizar os melhores relatos como ferramenta educacional e de incentivo a novos empreendimentos que o Sebrae Paraíba realiza nesta terça-feira, 03, em João Pessoa, o Prêmio Mulher de Negócios 2008. Durante o evento, que aproveita o ensejo da Semana Internacional da Mulher, serão conhecidas as duas vencedoras da etapa estadual.

As 30 inscritas na etapa estadual disputam o prêmio nas categorias negócios coletivos (associações e cooperativas) e proprietárias de micro e pequenas empresas. Após a escolha das vencedoras na Paraíba, as duas mulheres concorrem, cada uma em sua categoria, disputando a etapa regional Nordeste, e se selecionadas disputam a grande final que reúne empreendedoras de todo o país. A Paraíba já esteve três vezes no pódio nacional do prêmio Mulher de Negócios nas edições de 2004,2005 e 2006.

As vencedoras ganharão, na etapa estadual, cursos relacionados com o mundo empreendedor pré-selecionados por elas desde o ato da inscrição no Mulher de Negócios. Os cursos podem ser na área de administração geral, produção e processos, recursos humanos, empreendedorismo, finanças, liderança e mercado. As ganhadoras da etapa final, onde estarão competindo as mulheres vencedoras das Regiões Sul, Sudeste, Norte, Nordeste e Centro-Oeste, ganharão viagens internacionais, para conhecer um grande centro empreendedor mundial. Durante as viagens as mulheres aprenderão mais sobre negócios e como gerenciar melhor os empreendimentos e associações.

Além disso, a história das vencedoras, relatadas nas redações feitas durante a inscrição, podem ser contadas em livros e relatadas em vídeos de experiências bem-sucedidas de mulheres empreendedoras. Um exemplo é a empreendedora Karla Rocha, presidente da Cooperativa dos Floricultores do Estado da Paraíba, vencedora de uma das edições do prêmio, ilustrou uma das ultimas campanhas do Governo Federal sobre mulheres que trilham com determinação seu próprio caminho.

“Para o Sebrae, todas as mulheres inscritas já são vencedoras, elas fazem com que empreendedoras de todo o país se espelhem em suas experiências de sucesso”, comentou Maria José Menezes, gestora do prêmio na Paraíba. A gestora ainda afirmou que o objetivo maior é valorizar e estimular o empreendedorismo feminino no Brasil, onde as mulheres estão entre as mais empreendedoras do mundo.

Eu venci- Entre as vencedoras do prêmio aqui na Paraíba que ilustram bem a presença de mulheres no mundo dos negócios está a empreendedora Joseane Muniz. Ela escolheu um ramo onde o domínio masculino impôs muitos desafios. Fascinada por mecânica, a atividade além de uma paixão parecia um bom negócio. Mesmo diante das dificuldades, com seu curso de economia em andamento, a falta de apoio familiar, as tarefas domésticas e uma filha prematura para cuidar, ela não desistiu do sonho de ter o seu negócio próprio.

Joseane vendeu o carro, investiu todo o dinheiro que tinha e conseguiu abrir sua própria loja, a Eletricar Baterias, em Campina Grande. Competindo num mercado dominado pelo masculino, ela conseguiu se destacar e fechar um contrato de revenda exclusiva de uma das mais importantes fábricas de baterias do país. Atualmente, a Eletricar Baterias vem introduzindo serviços inovadores no ramo, como o atendimento 24h por dia em domicílio.

“Cair e levantar, errar e acertar, são ingredientes do dia-a-dia que nos tornam mais fortes e persistentes para alcançarmos a liderança no mercado e sermos felizes. Mesmo sendo mãe, mulher, dona de casa, nunca desisti dos meus sonhos”, disse a empresária.

Nova edição- As inscrições para o ano de 2009 serão abertas no dia 1º de junho e para participar, a candidata tem apenas que contar sua história como empreendedora no formulário de inscrição disponível através do site www.mulherdenegocios.sebrae.com.br.

Os relatos são catalogados pelo Sebrae, a fim de que possam ser fonte de informação sobre o universo do empreendedorismo feminino. “Em 2008, o número de inscrições superou em 25% o ano de 2007, e a expectativa é de que este ano o número de mulheres empreendedoras seja ainda maior no estado”, finalizou Maria José.

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mamaço discute empoderamento feminino e a importância da amamentação

Empoderamento da mulher que amamenta foi o tema principal do Mamaço, evento realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Banco de Leite Anita Cabral, que teve…

Homem é morto a tiros dentro do carro no bairro do Geisel em JP

Na noite desta sexta-feira (16, um homem foi assassinado a tiros dentro de um carro em João Pessoa. Testemunhas afirmam que os tiros foram disparados por uma dupla em uma…