Campanha de vacinação contra Influenza será por rua e idosos de áreas descobertas podem agendar pelo Whatsapp

A Secretaria de Saúde de Campina Grande vai iniciar na próxima segunda-feira, 23, a Campanha de Imunização contra Influenza na cidade. A vacina será ofertada, inicialmente, apenas para idosos e trabalhadores em saúde. As equipes de Estratégia de Saúde da Família farão um cronograma para levar as vacinas, de rua em rua, para que os idosos não precisem ir até as unidades de saúde.

Para os idosos que moram em áreas descobertas, ou seja, aquelas em que não há unidade de saúde, o agendamento poderá ser feito pelo Whatsapp lançado pela Secretaria de Saúde para essa finalidade. É o (83) 98700-1533. Já os trabalhadores em saúde devem se vacinar nas unidades de saúde onde trabalham ou nos Centros de Saúde.

De início a vacina será ofertada apenas para idosos e trabalhadores em saúde, por serem os grupos mais vulneráveis no momento. A medida restritiva também visa evitar aglomerações e ainda prevenir uma possível infecção pelo coronavírus nos outros grupos do público-alvo da campanha.

A campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada com objetivo de minimizar os efeitos do COVID-19, já que a imunização da gripe diminui os riscos de adoecimento por parte da população. Os demais grupos prioritários serão vacinados num segundo momento.

Em Campina Grande, mais de 122 mil pessoas fazem parte dos grupos prioritários, que são os idosos a partir dos 60 anos, crianças entre seis meses e cinco anos de idade, trabalhadores em saúde, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias), professores e pessoas com comorbidades. O objetivo é imunizar 90% desse público.

Também receberão a vacina os detentos, trabalhadores do sistema prisional, povos indígenas, quilombolas e policiais militares e civis. Porém, esses grupos não são contabilizados para a meta de vacinação. A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe – A (H1N1), A (H3N2) e influenza B.

 

Codecom/PMCG

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário Executivo de Saúde pede que Covid-19 não seja subestimado

O secretário executivo de Saúde, Daniel Beltrami, declarou, após avaliar os esforços de cada estado no intuito que prevenir a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) que é preciso se esforçar…

Paraíba confirma 21 casos de coronavírus; 15 estão na Capital

O Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Saúde, em novo boletim sobre a disseminação do novo coronavírus, confirmou 21 casos de pacientes contaminados no estado. De acordo…