A Paraíba o tempo todo  |

Ruy lamenta morte de Pinto do Acordeon: “Uma perda imensa para a Paraíba”

O deputado federal Ruy Carneiro lamentou, nesta terça-feira (21), a morte de Pinto do Acordeon.

Ruy relembrou a amizade que tinha com o artista e os momentos em que foram colegas na Câmara Municipal de João Pessoa.

NOTA

Nesta fatídica terça-feira (21), a Paraíba sente a perda do grande músico Pinto do Acordeon, ele tinha 70 anos de idade e se tratava de um câncer.
.
Francisco Ferreira Limeira, o Pinto do Acordeon, nasceu no município de Conceição, no sertão paraibano. Pinto também foi vereador no município de João Pessoa onde construímos uma grande amizade e tive o prazer de convivência juntamente com ele na câmara municipal de João Pessoa. Acrescento e ressalto a sua grande importância como artista de relevância nacional.
.
Ele gravou aproximadamente 20 álbuns durante a carreira. ‘Neném Mulher’ é uma das músicas mais conhecidas do repertório. Pinto lançou seu primeiro LP solo em 1976, quando a canção “Arte culinária”, uma parceria sua com Lindolfo Barbosa, fez sucesso com o Trio Nordestino.
.
Não há nada capaz de reparar uma grande perda, me solidarizo com quem fica, que Deus conforte o coração dos familiares, amigos e admiradores!

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe