Por pbagora.com.br

Ao comentar a decisão do Supremo Tribunal Eleitoral de cassar o mandato do ex-governador Cássio Cunha Lima e empossar no cargo o segundo colocado nas eleições de 2006, José Maranhão (PMDB), o deputado estadual Romero Rodrigues (PSDB) disse que foi “injusta e severa”

– O Superior Tribunal Eleitoral puniu Cássio e castigou os eleitores, não dando a eles o direito de escolher o novo governante. Esse ato foi injusto, no instante que José Maranhão não teve a maioria dos votos, como prevê a Constituição Federal, no artigo 81 – desabafou Romero.

O deputado disse que o próprio Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba não caracterizou compra de votos por parte do ex-governador.

Na opinião de Romero, em entrevista à Rádio Campina FM, o impacto de programas assistenciais do Governo Federal, a exemplo do Bolsa Família, que é administrado pela gestão municipal, é muito maior na população.

 

 

Assessoria

Notícias relacionadas

JP segue com segunda dose das vacinas Astrazeneca e Coronavac nesta quarta

A campanha de imunização contra Covid-19 da Prefeitura de João Pessoa segue focada, nesta quarta-feira (16), na vacinação do público destinado a tomar a segunda dose dos imunizantes da Astrazeneca…

“Fechando aqui, vai todo mundo para o interior” diz Cícero sobre decreto

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas), falou a respeito de como será o novo decreto que deverá ser publicado com regras que valerão para o período junino na…