Ao comentar a decisão do Supremo Tribunal Eleitoral de cassar o mandato do ex-governador Cássio Cunha Lima e empossar no cargo o segundo colocado nas eleições de 2006, José Maranhão (PMDB), o deputado estadual Romero Rodrigues (PSDB) disse que foi “injusta e severa”

– O Superior Tribunal Eleitoral puniu Cássio e castigou os eleitores, não dando a eles o direito de escolher o novo governante. Esse ato foi injusto, no instante que José Maranhão não teve a maioria dos votos, como prevê a Constituição Federal, no artigo 81 – desabafou Romero.

O deputado disse que o próprio Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba não caracterizou compra de votos por parte do ex-governador.

Na opinião de Romero, em entrevista à Rádio Campina FM, o impacto de programas assistenciais do Governo Federal, a exemplo do Bolsa Família, que é administrado pela gestão municipal, é muito maior na população.

 

 

Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Aguinaldo garante a deputados liberação de demandas em Brasília

A intensa agenda do deputado estadual Galego Souza (PP) essa semana em Brasília rendeu frutos. Em reunião com o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), nesta quarta-feira (11), o parlamentar recebeu…

Presidente da Cagepa desmente Gervásio e nega privatização da Companhia

“Confirmo e reafirmo o compromisso do governador João Azevedo de manter a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) pública”. A declaração foi dada na tarde desta quinta-feira (12)…