O deputado Raniery Paulino (PMDB), fisicamente, me faz lembrar às vezes aquele personagem do Chaves, Nhonho. Além de inteligente o deputado tem mostrado seu veneno e sua fineza ao produzir ironias de um bom gozador. Ao comentar em uma rádio a situação de 2010, Raniery destilou altas doses ao lançar uma chapa “puro-sangue” do PSB: Ricardo Coutinho e Edvaldo Rosas [governador e vice] e Luciano Agra pra senador.

“Eu acho que o grupo do prefeito Ricardo Coutinho é muito forte. Não precisa de outros partidos para ele [Ricardo] se candidatar. O vice dele pode ser do PSB,  Edvaldo Rosas que é um grande companheiro. O próprio Luciano Agra pode ser o senador. Eles podem lançar uma chapa Puro-Sangue, lançando o governador e os dois senadores. Devem seguir sozinhos, pois não precisam de nenhum outro partido. Seria muito bom uma chapa do PMDB, uma chapa dos Democratas, uma chapa do PSB e outra do PSDB”, alfinetou Ranieri.

Em tom de chacota,  o deputado lembrou que o PSB é muito forte e citou um exemplo da sua cidade: “Em Guarabira mesmo, eles tiveram candidato a prefeito, o empresário Melquíades Nascimento. Teve 505 votos e hoje é um grande líder em Guarabira”.

A ironia do deputado cessa, quando ele é cobrado publicamente através das ondas do rádio das supostas dívidas oriundas da campanha de 2006.

Ano passado, um ouvinte conhecido na região do Brejo andou cobrando o Deputado a importância de 300 reais em corridas de taxi. Djalma mais conhecido como “Freitas” foi à Rádio e contou ao vivo como aconteceu o que ele descreveu como calote.

 
clique e escute o moído na Rádio  

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

João Pessoa, Lucena e Conde são as cidades onde mais choveu em maio

João Pessoa é a cidade que registrou maior volume de chuvas em maio, na Paraíba. Segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), foram registrados 557,1…

Detran-PB renova Portaria sobre suspensão no atendimento

A direção do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) expediu nova portaria, prorrogando os efeitos das anteriores, de suspensão no atendimento presencial para a maioria das suas atividades, mas mantendo alguns…