A partir de janeiro de 2022, o novo prefeito da cidade de Guarabira passará a ganhar mais do que o governador da Paraíba. Será uma bagatela de R$ 25 mil mensais, R$ 2 mil a mais que João Azevêdo, graças a aprovação de um projeto de lei, de autoria da Mesa Diretora da Câmara Municipal da cidade, que durante sessão remota essa semana aprovou o reajuste dos salários do gestor, do vice, dos secretários e dos vereadores.

O placar foi de oito votos favoráveis e apenas quatro contrários.  Não houve a necessidade do voto do presidente da Câmara, Marcelo Bandeira (PDT), que só votaria em caso de empate para proceder o voto minerva.

A alegação da Câmara é de que os subsídios do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários e dos vereadores estão congelados desde o ano de 2013. Nesse período, de acordo com o IBGE, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve uma inflação acumulada de 44,34%. O reajuste será uma reposição de parte da perda de todos esses anos de congelamento dos subsídios.

De acordo com o advogado da Câmara, Heitor Toscano Henriques, uma lei complementar impede que haja reajuste em subsídios de agentes políticos no próximo ano. Sendo assim o reajuste só valerá para a partir de 2022.

Novos valores para a partir de 2022

Prefeito – R$ 25 mil

Vice-prefeito – R$ 12,5 mil

Secretários – R$ 7,5 mil

Vereadores – R$ 10 mil

 

Redação

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chove mais de 50 milímetros em João Pessoa nas últimas 12 horas

Muita chuva na Capital. Choveu em João pessoa 51,8 milímetros de chuva nas últimas 12 horas, de acordo com a Defesa Civil Municipal. Todo o volume de chuvas das últimas…

Covid-19: PB registra 26 mortes e mais de 1500 novos casos nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou no início da noite desta quarta-feira (8) novo boletim epidemiológico sobre a contabilidade de casos de contaminação pelo novo coronavírus na Paraíba.…