O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) evitou entrar em embates com o presidente Jair Bolsonaro e pregou, nesta segunda-feira (29), durante entrevista a Jovem Pan, apenas a manutenção da relação republicana entre o poder executivo federal e os governadores do Nordeste, que foram alvos de declarações preconceituosas por parte do presidente, na última semana.

“O assunto é passado”, disse.

João ressaltou que a “opinião pública já mostrou o que pensa” sobre as declarações do presidente e prefere não polemizar.

“Não haverá vingança nem retaliação por parte dos governadores, queremos exigir a relação republicana que tem que se ter”, ressaltou.

Nesta segunda-feira (29) os governadores nordestinos se reúnem, pela primeira vez, após as críticas do presidente à região.

O encontro será na Bahia. Os governadores garantem que a pauta oficial do fórum é mesmo o Consórcio Nordeste. Principal alvo das críticas do chefe do Executivo, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), explica que será com uma agenda de trabalho que o Nordeste vai responder ao presidente.

PB Agora

Total
7
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Litoral da PB tem seis praias impróprias para banho; maré alcança 1,9 m

O Litoral paraibano tem seis praias impróprias para banho neste final de semana segundo o relatório divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema). Os trechos estão distribuídos entre…

Em Brasília: Aguinaldo recebe prefeito e garante parcerias para Sertão

O prefeito do município de São José de Espinharas, Neto Gomes, foi recebido, nesta sexta-feira (23), em Brasília, pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), que mais uma vez abriu às…