O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) evitou entrar em embates com o presidente Jair Bolsonaro e pregou, nesta segunda-feira (29), durante entrevista a Jovem Pan, apenas a manutenção da relação republicana entre o poder executivo federal e os governadores do Nordeste, que foram alvos de declarações preconceituosas por parte do presidente, na última semana.

“O assunto é passado”, disse.

João ressaltou que a “opinião pública já mostrou o que pensa” sobre as declarações do presidente e prefere não polemizar.

“Não haverá vingança nem retaliação por parte dos governadores, queremos exigir a relação republicana que tem que se ter”, ressaltou.

Nesta segunda-feira (29) os governadores nordestinos se reúnem, pela primeira vez, após as críticas do presidente à região.

O encontro será na Bahia. Os governadores garantem que a pauta oficial do fórum é mesmo o Consórcio Nordeste. Principal alvo das críticas do chefe do Executivo, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), explica que será com uma agenda de trabalho que o Nordeste vai responder ao presidente.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em sessão do Senado, Veneziano elogia destinação de R$ 5,3 milhões do MPT da Paraíba para enfrentamento ao coronavírus no Estado

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) aproveitou sua participação na sessão remota do Senado Federal realizada na tarde e noite desta terça-feira (31) para elogiar a iniciativa do Ministério…

Covid-19: João anuncia nesta 5ª série de medidas econômicas e sociais na PB

O governador João Azevêdo irá anunciar, nesta quinta-feira (2), às 10h, durante transmissão ao vivo em seus perfis no Instagram (@joaoazevedolins) e no Facebook (https://www.facebook.com/joaoazevedolins), bem como no perfil oficial…