Ocorrências de quedas lideraram as entradas nos Traumas de João Pessoa e Campina Grande no fim de semana, superando,nos dois casos, os acidentes de moto. Confira os comunicados das duas unidades hospitalares.

EM JOÃO PESSOA

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou, durante o fim de semana, 277 atendimentos, sendo 130 foram considerados casos graves ou gravíssimos. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir das 18h da sexta (17) até às 7h desta segunda-feira (20).

Durante o fim de semana, as ocorrências envolvendo quedas lideraram as entradas da emergência, com 62 casos, superando acidentes com motocicletas (52). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram corpo estranho (34), trauma (15), agressão física (sete), arma branca (sete), arma de fogo (seis), atropelamento (cinco), acidente de automóvel (cinco), corte (cinco), acidente de bicicleta (quatro), pancada (quatro), queimadura (três), e agressão animal (dois). As demais ocorrências foram clínicas com destaques para Acidente Vascular Cerebral (16) e Acidente Vascular (uma).

Perfil – O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena atende casos de urgência e emergência, contudo, muitos procuram a instituição para atendimentos clínicos, não levando em consideração o tipo de assistência prestada pela unidade de saúde, voltado para situações de média e alta complexidade, a exemplo de vítimas de trauma (acidentes e desastres), violência, queimadura, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e hemorragias digestivas.

Balanço Estatístico do Fim de Semana

Mês: FevereiroDiasDiasDiasDias
03/04 á 06/0410/04 á 13/0417/04 á 20/0424/04
á 27/04
ACIDENTE DE MOTOCICLETA555052
ACIDENTE DE AUTOMÓVEL090505
ACIDENTE DE BICICLETA020204
ATROPELAMENTO071005
ARMA DE FOGO061006
ARMA BRANCA070607
AGRESSAO FÍSICA100907
CORTE010305
PANCADA070304
CORPO ESTRANHO362234
ACIDENTE VASCULAR040401
ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL171516
QUEIMADURA070103
CHOQUE0101
QUEDA677362
TRAUMA130415
OUTROS CASOS425249
TOTAL GERAL DE ATENDIMENTOS293271277

FONTE: TI-MED – Dados referentes ao período de 18h00 da sexta-feira, 17, ás 07h00 desta segunda-feira, 20.

EM CAMPINA GRANDE

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 332 usuários  durante o fim de semana (18 e 19). O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (18) até as primeiras horas desta segunda-feira (20). Os casos envolvendo quedas lideraram as entradas nos plantões, durante o período.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Trauma de Campina Grande, dos 332 atendimentos, 71 foram vítimas de queda, superando os acidentes de moto (58). Outros casos de emergência registrados na unidade de saúde foram acidente de automóvel (três), agressão física (dez), vítimas de projéteis de arma de fogo (um) e arma branca (três), atropelamentos (três) e acidentes com bicicleta (nove). Os demais atendimentos médicos foram na clínica médica e na pediatria.

De acordo com relatório, o município de Campina Grande registrou 23 acidentes de motos nesse fim de semana, seguido por Queimadas (cinco), Puxinanã (quatro), Lagoa Seca (três) e Fagundes (três).

A unidade de saúde disponibiliza 298 leitos, 301 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas. O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico.

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes de Campina Grande é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

API, EPC e ALPB promovem live “Juntos pela Imprensa” na próxima 2ª feira

A Associação Paraibana de Imprensa (API), a Empresa Paraibana de Comunicação (EPC) e a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) estão promovendo uma live solidária intitulada “Juntos Pela Imprensa” com artistas…

Apenas serviços essenciais funcionam em CG nesta segunda-feira

Por conta da antecipação de três feriados em decorrência da pandemia do Covid-19, os bancos não vão funcionar em Campina Grande nesta segunda-feira (01). Apenas os serviços essenciais vão funcionar…