Por pbagora.com.br

Devido a falta de combustíveis, e a greve dos caminhoneiros, os protestos e filas em frente aos postos de combustíveis continuam em Campina Grande, nesta quinta-feira (24).

O comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar sediado em Campina Grande, Cunha Rolim, afirmou em entrevista a Rádio Caturité, que a Polícia Militar continua realizando rondas em Campina Grande e dispondo de suporte nos locais onde havia maior aglomeração de pessoas.

Ele destacou que foi possível notar situações nunca vistas antes por conta do combustível, em que pessoas disputavam na briga quem abasteceria primeiro o seu veículo.

O comandante mencionou que na madrugada havia filas em postos de combustíveis com mais de 80 veículos e motocicletas. Também ressaltou que as viaturas da Polícia Militar estão bem abastecidas e prontas para mais um dia de trabalho.

– Vi pela primeira vez as pessoas chegarem às vias de fato para saber quem iria abastecer seus veículos primeiro. Onde houve o aquecimento de ânimos, a Polícia Militar chegou e permanecer no local, acalmando. Colocamos pontos base para garantir a segurança daqueles que estavam mendigando uma gotinha de combustível – disse.

Frota

 A frota de ônibus de Campina Grande está reduzida desde ontem, 23, devido à escassez de combustível que já se instala na cidade, com a greve dos caminhoneiros nas BRs que cortam a Paraíba.

O dirigente da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), Félix Neto, disse que a redução atingiu todas as empresas de transporte da cidade e que muitas delas estariam sem estoque de diesel e, o que tem, daria apenas para esta sexta-feira, 25.

 

PB Agora

 

Notícias relacionadas

PL de Santiago pode beneficiar enfermeiros com piso de até R$ 11 mil

No dia em que é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem, o deputado federal Wilson Santiago protocolou, na Câmara dos Deputados, o projeto de Lei n. 1773/2021 que propõe uma…

Leis contra a importunação sexual e de violência contra mulher são sancionadas na PB

A criação de uma Campanha Educativa de Combate ao Crime de Importunação Sexual nas escolas da rede pública estadual de ensino e a inclusão da campanha “16 Dias de Ativismo…