Por pbagora.com.br

Há quatro dias sem realizar nenhuma postagem nas suas redes sociais, o ex-governador Ricardo Coutinho, apesar de ser o principal interessado no futuro do PSB em João Pessoa, nas eleições deste ano, sequer utilizou os espaços na mídia para convocar para a convenção do partido, agendada para logo mais às 16h40 desta quarta-feira (16).

Nem nos stories nem no feed de notícias de sua página no Instagram @realrcoutinho há qualquer menção ou convocação para o evento.

Já no Instagram da esposa, Amanda Rodrigues, há apenas repostagens de publicações de militantes em que ele foi marcada. A expectativa em torno do destino do PSB segue um mistério. O partido tem até a meia noite de hoje para decidir se marchará sozinho com candidatura própria, ou se irá se aliar a alguma das pré-candidaturas postas.

VEJA O PRINT DO INSTAGRAM DE RC NESTA 4ª

De acordo com informações obtidas pela reportagem do PB Agora, durante toda a madrugada a cúpula socialista tentou cavar uma intervenção do PT Nacional, recorrendo até mesmo a Lula, para fazer com que Anísio Maia declinasse da postulação para apoiar os girassóis, mas Maia avisou que não abriria nem para um trem, ao afirmar que agora é a hora da reciprocidade do PSB.

Por hora há três correntes: apoio à candidatura de Anísio Maia, pelo PT; apoio à pré-candidatura de Edilma Freire (PV) ou candidatura própria com o lançamento do próprio Ricardo Coutinho, surpreendendo a disputa nessa reta final de convenção.

EM TEMPO

O ex-secretário de Ricardo Coutinho (PSB), em contato com o programa Arapuan Verdade, nesta tarde, disse que acredita que Ricardo Coutinho (PSB) será candidato à sucessão municipal.

PB Agora

Notícias relacionadas

Bar é autuado por descumprir distanciamento, em CG

Um bar foi autuado após não respeitar a norma de distanciamento de 1,5 metro entre as mesas e ter a capacidade superior a 50%, em Campina Grande. De acordo com…

TJ julga inconstitucional lei que proíbe ‘ideologia de gênero’ em escolas de CG

O pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) declarou a inconstitucionalidade formal da lei nº 7.520/2020 do Município de Campina Grande que proíbe a interferência da ‘ideologia de gênero’ nas escolas públicas e…