A presidente da Câmara Municipal de Campina Grande ,vereadora Ivonete Ludgério (PSD), confirmou em entrevista à Rádio Panorâmica FM, que o vereador Renan Maracajá (PSDC), que foi preso durante a Operação Famintos, irá retornar à Casa na próxima segunda-feira, 7.

Ela afirmou que está mantendo contato com o vereador sempre, tendo em vista que a filha dele passou por problemas de saúde recentemente.

– Ele retorna dia sete, na próxima semana. Tenho tido sempre um contato com ele por telefone assim que ele foi liberado – disse.

O vereador Renan Maracajá preso durante a segunda fase na “Operação Famintos”, que investiga desvio de verbas de merenda escolar em Campina Grande, tirou uma licença de 15 dias da Câmara municipal e posteriormente, renovou o pedido por mais 15 dias. Ele foi solto recentemente por decisão da Justiça.

Renan Maracajá (PSDC) foi preso pela Polícia Federal na manhã do dia 22 de agosto, durante a segunda fase da Operação Famintos, que tem como objetivo combater fraudes em licitações, superfaturamento de contratos administrativos, corrupção e organização criminosa. A operação aconteceu em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) e Ministério Público Federal (MPF).

No último dia 19 de setembro o o Tribunal Regional Federal da 5ª Região em Recife (TRF5) concedeu o habeas corpus tinha sido adiado, e confirmou que o vereador estava liberado da prisão.

SL
PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Articulações: grupo de João Azevêdo criará conselho para discutir eleições 2020

O governador João Azevêdo (sem partido) não deverá ficar omisso ao pleito de 2020 como muitos imaginavam, diante do recente racha com o PSB paraibano. Um Conselho Político será formado…

Operação Lei das Filas do Procon-JP autua 215 agências bancárias

Mais 20 autuações foram emitidas pela fiscalização da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor em continuidade à fiscalização aos bancos durante a primeira semana de dezembro. A Operação…