A Paraíba o tempo todo  |

Presidente da CMCG quer transformar biênio em anuênio

O presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Marinaldo Cardoso, do Republicanos negou, durante entrevista nesta terça-feira (25), a intenção de declinar do acordo para fazer com que a vice-presidente da Casa, a vereadora Eva Gouveia (PSD) assuma as rédeas do parlamento em 2022, e confirmou a apresentação de um projeto que transforma o biênio em anuênio, proporcionando que quatro parlamentares passem pela presidência durante a legislatura.

A matéria, se aprovada, permite que Eva assuma.  – Isso foi um acordo nosso. Eu vou cumprir com minha palavra – garantiu.

Marinaldo explicou que essa ‘dança das cadeiras’ na CMCG foi apalavrada ainda nas discussões para a formação das chamadas ‘chapas consensuais’, que garantiram a eleição da mesa diretora atual e do biênio 2023/2024.

– Repito, isso foi acordado. Tanto para que Eva assuma em 2022, como para que Sargento Neto (PSD), eleito presidente para o próximo biênio, ceda a cadeira à vereadora Fabiana Gomes (PSD), em 2024 – esclareceu.

Ainda não se sabe se, caso o projeto seja reprovado, Marinaldo, ainda assim continuará com o propósito de renunciar ao mandato na presidência para abrir espaço para Eva Gouveia.

ENTENDA

Em fevereiro desse ano, Marinaldo havia confirmado a pretensão de renunciar ao cargo e com isso, elevar a vereadora Eva Golveia (PSD), ao comando da Casa. Na ocasião, ele deu entender que estava tendo dificuldade na missão, e lembrou que é sempre um desafio tomar decisões sem contrariar interesses.

Ele observava que a renúncia fazia parte de um acordo firmado com a base governista para elevar Eva a principal cadeira do Poder Legislativo municipal. Ele também falou das dificuldades financeiras para comandar os destinos da Casa, e saudar débitos anteriores.

Durante a entrevista,  Marinaldo Cardoso , afirmava que um dos problemas principais que estava enfrentando era o financeiro.

 

PB Agora

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe