Por pbagora.com.br

A morte da ex-deputada Lúcia Braga, 85, foi um choque para a classe política paraibana. A ex-parlamentar foi internada em hospital de João Pessoa no último dia 1º apresentando sintomas semelhantes a pneumonia. Na tarde desta sexta-feira (8), o estado de saúde de Lúcia Braga se agravou e ela faleceu.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) expressou, em nota, seu profundo pesar pelo falecimento de Lúcia Braga. Os vereadores destacaram que a ex-deputada foi pioneira na inserção feminina na política e se tornou um ícone em defesa do amparo aos mais carentes.

O Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) em João Pessoa lamentou a morte da ex-deputada federal Lúcia Braga e lembrou de sua atuação na assistência social, onde passou a ser chamada por seus admiradores de “Mãe dos Pobres”.

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que Lúcia “foi uma mulher com destacada atuação na política paraibana, ganhando projeção com coragem e sensibilidade para atender as causas da população mais vulnerável”.

Camila Toscano, deputada estadual, declarou que o momento atual tem sido difícil e as notícias sobre mortes se tornam cada vez mais duras. Segundo ela, Lúcia Braga  fez história na política paraibana e deixa um grande legado para as mulheres que ficam e atuam na política.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB Agora/Datavox: Gilson Borges tem 42,9% de rejeição em Nova Floresta

O candidato à prefeitura de Nova Floresta pelo MDB, Gilson Borges lidera a rejeição do eleitorado na cidade, atingindo 42,9% dos entrevistados que responderam em quem não votariam na disputa…

João Azevêdo inspeciona obras em Guarabira e Caldas Brandão

O governador João Azevêdo realizou, nesta sexta-feira (30), visitas técnicas à agência da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) do distrito do Cajá e ao reservatório elevado e…