Por pbagora.com.br

Na tarde desta quarta-feira (17), o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Nivaldo Villar, revelou que a quantidade de lojas que têm encerrado suas atividades na Capital paraibana tem aumentado. Segundo o presidente da CDL, apenas no Centro de João Pessoa, com o agravante da pandemia, mais de 200 lojas já foram fechadas.

O problema foi apresentado à Câmara Municipal de João Pessoa. A CDL convidou os parlamentares a caminharem pelo centro da capital para que eles vissem de perto os danos econômicos causados pela crise sanitária provocada pelo novo coronavírus. “Fizemos uma caminhada com o vereadores pela Rua Duque de Caxias, Pondo dos Cem Réis, Rua Padre Meira, Lagoa e o parlamentares ficaram abismados com a quantidade de lojas placas de ‘aluga-se’ e ‘vende-se’,” alertou o presidente.

Além da crise resultante da pandemia, a falta de estacionamento e o clima de insegurança foram fatores apontados por Nivaldo como determinantes para o fechamento da maioria das lojas. Segundo o presidente da CDL, nos últimos dez anos tem acontecido perda de consumidores pela ausência de serviços que torne viável a visita da população ao Centro de João Pessoa. “Estamos perdendo clientes por esses motivos. Então, o Centro precisa voltar a ser atrativo para que os consumidores voltem a comprar, caso contrário, mais lojas serão fechadas”, afirmou Nilvaldo Villar.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

SINE/CG atenderá em novo horário a partir de amanhã

O SINE Municipal de Campina Grande, em conformidade com o Decreto Municipal nº 4556/2021, que reduzirá o número de atendimentos diários a partir de amanhã, segunda-feira, 08. De 8 a…

Bruno questiona Estado por rebaixamento de CG para bandeira amarela

Através de sua conta na rede social Twitter, o prefeito Cunha Cunha Lima se manifestou, na noite deste sábado, 6, sobre o anúncio do Governo do Estado de que Campina…