Por pbagora.com.br

Um coração sangrando de dor e que será enterrado também com o sepultamento do esposo, o senador José Maranhão. O relato é da desembargadora Fátima Bezerra, que em áudio divulgado nesta terça-feira (09) detalhou a dinâmica da chegada do corpo do senador, até o velório e posterior enterro, em Araruna.

OUÇA

PB Agora

Notícias relacionadas

Prefeita de Bayeux descumpre determinação do TCE e faz dispensa de licitação para contratar empresa de lixo

A prefeita de Bayeux Luciene de Fofinho vem rasgando dinheiro público desde a campanha, sem medo dos órgãos de controle e vai de encontro com as recomendações e decisões proferidas…

João anuncia abertura de mais 147 leitos para tratamento da Covid-19

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quinta-feira (4), a abertura de mais 147 leitos destinados ao tratamento da Covid-19 no estado. Os novos leitos serão distribuídos pelas três macrorregiões de…