A Paraíba o tempo todo  |

Opinião: Soberbo, Nilvan esquece que [ainda] é apresentador de TV e contratado da Correio

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Circula nas redes sociais o carão público que o, agora, mais político do que comunicador, Nilvan Ferreira deu na sua equipe de produção, sugerindo ter sido censurado enquanto comentava os decretos que restringem o comércio e outras atividades na Paraíba, após o aumento assustador de casos, óbitos e internações no estado.

Nilvan, que agora preside o PTB da Paraíba, esquece que ainda é contratado do Sistema Correio de Comunicação e usa do seu trabalho como palanque político, colocando as funções de jornalista e apresentador de TV em segundo plano. Em qualquer veículo de comunicação, tal conflito de interesses e falta de respeito com os seus empregadores deveria ser intolerável.

O pior da história, é a falta de respeito e empatia com que trata a sua equipe, dando sermões públicos, expondo problemas internos e ameaçando deixar o programa e “ir para casa”. A principal vítima do desabafo do político com “P” maiúsculo foi a produtora Cristina Cavalcante, que foi citada nominalmente. Além do constrangimento, fica evidenciado o machismo entranhado nas atitudes do apresentador bolsonarista.

Minha solidariedade a Cristina e à produção do programa ‘Correio Verdade’.

Feliphe Rojas

PB Agora

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe