Em passagem pela Paraíba, o ex-presidenciável Ciro Gomes, do PDT, acusou o ex-presidente Lula (PT), de cometer uma nova fraude política. Ciro esteve em Cajazeiras na noite desta segunda-feira (18), quando mirou sua artilharia no petista.

Durante entrevista, Ciro disse que Lula engana o povo de “boa fé” ao explorar que a sua soltura seria uma absolvição dos processos que responde.

“Lula não foi absolvido como está deixando a população entender. Não está autorizando ainda a ser candidato. Ele passou simplesmente responder em liberdade aos recursos que têm. Continua sem poder ser candidato e está repetindo o mesmo filme de 2018. Existindo ser candidato sem poder ser, para depois fazer uma fraude, explorando a boa fé que o nosso povo tem”, disse Ciro, em entrevista ao Diário do Sertão.

“O Lula para mim não é uma figura que a gente conhece pela televisão, é um velho amigo de 35 anos. Já fomos adversários eleitorais, mas sempre construímos uma relação de muito respeito e de carinho. Mas nesse momento eu não tenho muito mais apreço político pelo Lula. Meu respeito pessoal continua. Eu interpreto o sentimento de gratidão de muitos nordestinos. Mas nesse momento, Lula está repetindo o filme que fez muito mal ao Brasil”, afirmou.

Ciro Gomes culpou Lula pela radicalização no debate político do país. “A população brasileira olha para a política e não vê um debate sério sobre seus problemas e soluções, o que ela vê é a radicalização, é a paixão, o ódio” acusou.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Municípios não corrigem falhas em seus orçamentos e TCE-PB emite 74 novos alertas

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) emitiu 74 alertas a gestões municipais por conta de problemas relacionados às Leis Orçamentárias Anuais (LOAs) elaboradas para o exercício de…

Análise: Bolsonaro cutuca cão com vara curta. Mas é melhor já ir se acostumando

O presidente Jair Bolsonaro, que há muito vem testando a paciência do povo e das instituições brasileiras, está cutucando o cão com vara curta. Como quem testa se teria condições…