Principal símbolo da tradição junina no Nordeste, a fogueira teve que ser apagadas das festividades nesse mês de junho em várias cidades da Paraíba. A recomendação do MPPB, com base na pandemia da síndrome respiratória resultante da contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19), fez com que prefeitos adotassem a medida.

Após cidades como Campina Grande, Pombal, Caaporã, entre outras, a cidade portuária de Cabedelo, na Região Metropolitana de João Pessoa, através de decreto também proibiu o acendimento de fogueiras.

De acordo com a Prefeitura Municipal de Cabedelo, a iniciativa busca resguardar a saúde da população durante a pandemia do coronavírus. A queima de fogos de artifício também está proibida.

“A determinação se baseia nos riscos causados pelo acendimento de fogueiras e pela queima de fogos às pessoas que possuem problemas respiratórios, já que a fumaça lançada no meio ambiente agrava a situação dos enfermos.”

Ainda de acordo com a gestão municipal, as Secretarias Municipais de Meio Ambiente, de Saúde e de Vigilância Sanitária, com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar farão a fiscalização.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: 221 dos 223 municípios já registraram a doença na Paraíba

Apenas duas cidades paraibanas ainda não registraram diagnósticos de contaminação pelo novo coronavírus (covid-19) na Paraíba. Os dados são do mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da…

João garante ascensão profissional na PM e promove 46 policiais

O governador João Azevêdo garantiu a ascensão profissional na Polícia Militar da Paraíba e publicou a promoção de 46 integrantes da corporação aos postos de major, capitão, 1º tenente e…