O Ministério Público da Paraíba denunciou à Justiça o prefeito de Curral de Cima, por utilização de serviço público para fins de promoção pessoal. De acordo com a denúncia, protocolada nessa quinta-feira (16/04), Antônio Ribeiro Sobrinho, conhecido por Totó Ribeiro, agrediu os princípios constitucionais da legalidade, impessoalidade e moralidade, ao divulgar seu nome em letreiro eletrônico, durante apresentações de bandas musicais em duas festas populares do município.

O processo 0000145-67.2020.815.0000 foi distribuído para relatoria do desembargador do Tribunal de Justiça, Ricardo Vital de Almeida. Na denúncia, a Comissão de Combate aos Crimes de Responsabilidade e à Improbidade Administrativa do MPPB descreve as duas oportunidades nas quais o gestor infringiu a lei. A primeira foi durante a Festa do Padroeiro de Curral de Cima, em 29 de novembro de 2019, e a segunda na festividade de São Sebastião, em 18 de janeiro último.

De acordo com a peça judicial, as condutas ilícitas do prefeito estão devidamente documentadas em material audiovisual. Antônio Ribeiro Sobrinho foi denunciado com base  no Decreto-Lei 201/1967, que prevê pena para quem utiliza-se, “indevidamente, em proveito próprio ou alheio, de bens, rendas ou serviços públicos”, e no artigo 69 do Código Penal, pela repetição do crime cometido.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PEC de Santiago sobre unificação de eleições é destaque na Revista Nordeste

A Proposta de Emenda à Constituição de autoria do deputado Federal Wilson Santiago que propõe prorrogação das eleições, unificação dos mandatos em cinco anos e fim da reeleição foi destaque…

Cabedelo segue sem aulas e visitas ao Parque do Jacaré até 14 de junho

As medidas de segurança e prevenção à Covid-19 em Cabedelo foram prorrogadas através de um novo decreto. O documento prorroga, até o dia 14 de junho, a suspensão de visitas…