A Paraíba o tempo todo  |

MPPB e PM lançam aplicativo que fará cadastro das torcidas organizadas de futebol

O Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudetor) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e representantes da Polícia Militar apresentaram, na manhã desta quinta-feira (13), o aplicativo SAC (Sistema de Serviço ao Cidadão), que será utilizado para cadastramento das torcidas organizadas de futebol. 

O coordenador do Nudetor, procurador de Justiça Valberto Lira, falou que o cadastramento das torcidas organizadas é obrigatório, conforme o Estatuto do Torcedor, e que o aplicativo vai facilitar o gerenciamento delas e deverá ser aprimorado a partir da colaboração dos próprios torcedores.

Ainda segundo Valberto Lira, Enquanto a ferramenta não está disponibilizada, o cadastro deverá ser feito como nos anos anteriores, com o preenchimento de formulários e envio por email para o Nudetor. 

Participaram da reunião o tenente Diógenes Sousa, chefe da STI da PM; o tenente Jovennan Ramalho, analista de sistema da PM; e o desenvolvedor Flávio Teodósio. Eles fizeram a apresentação do aplicativo, que está em fase inicial de desenvolvimento. Foi exposto o protótipo do primeiro serviço do SAC que diz respeito ao cadastro do torcedor, através do qual serão inseridos dados pessoais, documentos, fotos e endereço de cada torcedor.

Conforme os representantes da PM, além do cadastro, a ferramenta terá a carteira digital do torcedor (que poderá ser apresentada em situações necessárias) e o recursos de gerenciamento da torcida, que será disponibilizado para os líderes das agremiações.

A reunião teve a presença ainda de Jackson Cunha, advogado da Torcida Facção Jovem; Túlio Xavier, representante do Movimento de Torcedores Bravos do Canário do Nacional Atlético Clube, de Patos; Alex de Almeida Macedo, vice-presidente da Torcida Jovem do Botafogo da Paraíba; Philipe Melquiades, diretor de Bateria – Bravos do Canário; Lucas Oliveira, presidente da torcida Facção Jovem do Campinense; Hortêncio Severiano Duarte, diretor da Torcida Fúria Independente do Botafogo; Philipe Melquiades, diretor de Bateria – Bravos do Canário; Nelisa Soresini, diretora da Torcida Império Alvinegro; Cleber Simões, presidente da torcida Comando Alviverde; Carlos bezerra, presidente do conselho de torcidas; e Pedro Pereira, presidente da torcida Belo Rasta.

Da Redação com MPPB

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe