Por pbagora.com.br

A campanha “Não cancele seu sonho de conhecer a Paraíba” tem sido ampliada em todas as mídias sociais e ganhado repercussão em diversos veículos de comunicação e associações ligadas ao turismo nacional e internacional. Um reforço na busca da recuperação do destino, após a pandemia do novo coronavírus partiu do Ministério do Turismo. Nas redes sociais, o ministério tem replicado a mensagem apoiando a iniciativa da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur).

De acordo com a presidente da estatal, Ruth Avelino, a atividade turística tem sido um dos segmentos mais penalizados com a pandemia, que provocou medidas de restrições e isolamento social, que tem impedido de fazer a cadeia do turismo girar. Avelino disse que a campanha resume o sentimento de todos os paraibanos, que vivem na expectativa de uma retomada da economia de uma forma acelerada, mas com responsabilidade.

A campanha “Não cancele seu sonho de conhecer a Paraíba” é realizada sem custos. Ruth destaca que a equipe de Tecnologia da Informação da estatal tem formatado cartazes com diversos pontos turísticos paraibanos com a mensagem e distribuído para jornalistas, influenciadores digitais, companhias aéreas, operadoras de turismo, entre outros, por meio de grupos de WhatsApp e redes sociais. “O resultado tem sido bastante positivo”, avalia a presidente da PBTur.

Toda quarta-feira as artes são renovadas, distribuídas com outras imagens de pontos turísticos. As imagens desta semana divulgam o Teatro Santa Inez, em Alagoa Grande; as Itacoatiaras, em Ingá; Barra de Camaratuba, em Mataraca; Praia de Pontinha, em Lucena; Praia de Tambaba, na Costa do Conde.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TV ALPB é premiada em concurso nacional por documentário

A TV Assembleia continua ampliando os seus horizontes no cenário nacional, com sua programação diversificada, que extrapola os limites da informação meramente política, e, especialmente, pela dinâmica de sua produção…

Mulheres da Paraíba poderão denunciar agressão pelo whatsapp

Desde o início do isolamento social, devido à pandemia do novo coronavírus, o número de pedidas protetivas, expedidas pelo Poder Judiciário, cresceu 13,6%. Por isso, a Assembleia Legislativa da Paraíba…