A Paraíba o tempo todo  |

Mesmo aliado do PT, PCdoB da Paraíba não abre mão de apoiar reeleição de João Azevêdo: “Decisão está tomada”

Pré-candidato ao Senado Federal pelo PCdoB, o professor Rangel Júnior deixou claro, em entrevista essa semana, que seu apoio e o do partido à reeleição do governador João Azevêdo (PSB) são incondicionais. Segundo o docente, mesmo com a aliança nacional com o PT, na Paraíba o partido já bateu o martelo sobre direção que irá seguir.
“O meu apoio e o do PCdoB a João Azevedo são incondicionais. É uma decisão tomada por um órgão dirigente do partido. O partido tem uma unidade muito grande neste aspecto”, assegurou.

Rangel disse ainda que o fato de terem sido aliados de Ricardo não significa que, agora que ele está no PT, os filiados também seriam adesistas.

“O que alguns queriam é que nós fossemos adesistas: estávamos com Ricardo (Coutinho), ele brigou com João e nós vamos acompanhar Ricardo. O PCdoB não é adesista! Não é um apêndice do pensamento deste ou daquele. O partido tem autonomia e linha de pensamento própria”, contou.

E prosseguiu: “A própria ruptura de Ricardo com João para mim é uma incógnita. Eu não conheço uma fala, um depoimento do ex-governador dizendo as razões do rompimento. O povo paraibano não pode se guiar por este tipo de ´seguidismos´, que alguém toca um ´berrante´ e todo mundo vai atrás. Não é aboio”

Redação

 

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe