Um menino de apenas 7 anos está internado no Hospital de Trauma de Campina Grande após ser resgatado pela polícia da casa onde morava com a mãe com o padastro.

De acordo com as informações policiais ele era mantido em cárcere privado e os principais culpados são a mãe e o padrasto. O fato foi descoberto na zona rural do município de Boqueirão.

O Conselho Tutelar informou que a criança foi encontrada acorrentada e teria sido espancada com fios elétricos e cordas.

Ainda segundo o Conselho Tutelar, o estado de saúde do menino é considerado grave.

O menino já tinha sido afastado do convívio com a mãe, devido a denúncias de agressões e havia apenas 40 dias que tinha retornado à casa da genitora.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano reforça apoio ao Governo João, mas pondera sobre deixar PSB

Independentemente do partido a que estiver filiado, o senador Veneziano Vital, do PSB, permanecerá integrando a base que dá sustentação ao Governo João Azevêdo no Congresso Nacional. A afirmação foi…

Conheça os perigos e as consequências dos gatos de energia

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar em gato de energia elétrica, mas sabe quais são os riscos e consequências dessa prática? O furto de energia é feito por meio…