Um menino de apenas 7 anos está internado no Hospital de Trauma de Campina Grande após ser resgatado pela polícia da casa onde morava com a mãe com o padastro.

De acordo com as informações policiais ele era mantido em cárcere privado e os principais culpados são a mãe e o padrasto. O fato foi descoberto na zona rural do município de Boqueirão.

O Conselho Tutelar informou que a criança foi encontrada acorrentada e teria sido espancada com fios elétricos e cordas.

Ainda segundo o Conselho Tutelar, o estado de saúde do menino é considerado grave.

O menino já tinha sido afastado do convívio com a mãe, devido a denúncias de agressões e havia apenas 40 dias que tinha retornado à casa da genitora.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Novo partido: deputado da PB garante conseguir 1 milhão de assinaturas em apenas 24h

Mais de 1 milhão de assinaturas em todo país, em menos de 24h. Essa é a aposta do deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) para a criação do Aliança Pelo Brasil,…

Previdência: aposentado corre risco de ter que voltar ao trabalho

Emenda Constitucional nº 103, que altera as regras de aposentadoria, foi promulgada no último dia 12, no Senado Federal. A medida, que muda o cálculo do benefício e a idade mínima, traz…