O governador José Maranhão anunciou, nesta sexta-feira (27), que a meta do seu governo é investir R$ 120 milhões na recuperação da rede hospitalar estadual. O anúncio foi feito durante vistoria ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, quando também revelou que vai concluir o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, construir mais um Hospital de Emergência na Paraíba e garantir a aplicação de 12% na área de Saúde.

“A Lei manda investir 12% e eu vou investir 12%, o que não vinha sendo feito. Nosso desafio é fazer em dois anos o que era pra ser feito em quatro. Neste governo não há espaço pra descansar e o compromisso com o trabalho fará a multiplicação do tempo”, ressaltou.

Segundo o governador José Maranhão, bastou apenas uma pequena inspeção no Hospital de Trauma para se averiguar a ineficiência da gestão anterior. “No meu governo eram destinados R$ 1,4 milhão para custeio do Trauma e detectamos que esse valor foi reduzido para apenas R$ 800 mil. Estou triste pelo que encontrei depois de seis anos de abandono, descaso, falta de zelo pelos equipamentos. Esse Hospital vai voltar a ser o que era”, garantiu.

O secretário de Saúde do Estado, José Maria de França, explicou que o objetivo da visita do governador José Maranhão ao Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena era dar um testemunho da prioridade que o seu governo vai dar na recuperação dos serviços de saúde do Estado.

Já o diretor do Trauma, José Carlos Evangelista, revelou que encontrou o hospital totalmente desabastecido, com tomógrafo sem funcionamento, falta de credibilidade no comércio, pois nenhum fornecedor queria mais atender o hospital. “O laboratório não funciona; os parceiros e cooperativas estão com os pagamentos atrasados. Mas, seguindo a determinação do governador José Maranhão, as providências para que tudo volte ao normal serão tomadas com a maior celeridade possível”, ressaltou.

Unidade Neonatal

Após visitar o Trauma, o governador José Maranhão se dirigiu para o Hospital e Maternidade Frei Damião, onde garantiu que a Unidade Neonatal daquela casa de saúde entrará em funcionamento o mais breve possível.

O governador disse que a situação do Hospital e Maternidade Frei Damião também é de grande carência. “Deixamos a Unidade Neonatal pronta quando ocupamos o governo em mandato anterior, mas a mesma continua sem funcionar. Vamos instalar e colocar imediatamente a Unidade Neonatal em funcionamento e recuperar outros segmentos do hospital”, completou.

Ele revelou ainda que no Complexo de Saúde de Cruz das Armas também enfrenta problemas de gestão muito graves e que comprometem a eficiência dos serviços, mas que a nova direção já está orientada para resolvê-los.

O governador visitou ainda o Banco de Leite Humano, o Centro Especializado do Diagnostico do Câncer e o Laboratório de Patologia, todos no Complexo de Saúde de Cruz das Armas.
 

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mídia Nacional diz que RC vai pular carnaval de tornozeleira eletrônica

O portal Antagonista repercutiu a decisão da justiça que determinou o uso de tornozeleira eletrônica pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). Segundo a publicação, o socialista vai pular o Carnaval com…

Cinco academias são notificadas por atividades irregulares na PB

Cinco academias foram notificadas por apresentarem atividades irregulares, em Guarabira, no Brejo paraibano. As notificações foram feitas pelo Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) e…