Por pbagora.com.br

 A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) é obrigada a instalar bloqueadores de ar em residências de todo o Estado, mediante a solicitação do consumidor. É o que garante a Lei 10.266 de autoria do deputado estadual Jutay Meneses (PRB). Isso garante aos paraibanos um pagamento mais justo das taxas de água, uma vez, que o aparelho pode reduzir as contas em até 40%.

De acordo com o deputado, o equipamento, que deve ser autorizado pelo Inmetro, deve ser instalado antes ou depois do hidrômetro na tubulação do imóvel para evitar que bolsas de ar acionem a válvula de medição e continuem sendo contadas como água.

“Muitos consumidores tinham problemas com suas contas de água devido a problemas com o ar que passava pelos canos, o que fazia o valor cobrado ser bem maior que o habitual. Com esse equipamento a situação fica controlada”, disse.

Jutay explicou ainda que as despesas para aquisição do equipamento ficam a cargo do consumidor e a Cagepa fica responsável pela instalação, sem cobrar mais nada pelo trabalho. O deputado lembra também que a instalação pode ser feita tanto pela concessionária quanto pelas empresas que fornecem o bloqueador de ar.

“Estávamos pagando pelo ar que chega às nossas torneiras. Uma conta rápida deixa claro o prejuízo: imaginemos que de 100% da água consumida em uma casa, 5% seja ar. Na hipótese de uma cobrança de R$ 100, R$ 5 seria pelo ar inútil que passa por nossos canos. Em um ano, veríamos R$ 60 literalmente jogado fora; mais da metade de uma conta do mês”, explicou Jutay.

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ações e projetos de Wilson Filho estimulam doação de sangue 

Nesta quarta-feira (25), celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. O deputado estadual Wilson Filho (PTB-PB), que tem diversos projetos de leis e ações que incentivam esta prática, aproveitou…

Procon da Paraíba realiza mutirão virtual de renegociação de dívidas

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB) está realizando o primeiro Mutirão Virtual de Renegociação de Dívidas, a partir desta quarta-feira (25) até 4 de dezembro. O Mutirão,…