Por pbagora.com.br

A secretaria estadual da Saúde (SES) deverá emitir o certificado Amigo da Saúde para aquelas pessoas que, após se curarem da Covid-19, doarem o plasma sanguíneo com o intuito de contribuir com a recuperação de novos pacientes. A Lei 11.755/2020, de autoria da deputada Cida Ramos, foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (24).

A Lei busca incentivar a doação concedendo benefícios aos doadores, como a isenção do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos nos Poderes Executivo, Legislativo e Juduciário e ainda garante a meia-entrada em eventos culturais ou esportivos, subsidiados com recursos públicos.

De acordo com a deputada Cida Ramos, a Paraíba já utiliza esse tipo de procedimento em pacientes em estado grave decorrente da contaminação pelo novo coronavírus e foi o primeiro estado do Nordeste a adotá-la. “As pessoas que se curam da infecção desenvolvem anticorpos no seu plasma que podem ser úteis para ajudar a recuperação de pessoas com formas graves da Covid-19″, disse Cida Ramos.

Para doar o plasma, o paciente curado deverá ter idade entre 18 e 60 anos e não apresentar sintomas da Covid há pelo menos 15 dias, assim como, não possuir histórico de doenças como hepatite B e C, sífilis, HIV ou doença de chagas.

 

Assessoria ALPB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Procon-PB notifica 8 empresas de material de construção de JP

Oito empresas de matérias de construção foram notificadas na última sexta- feira (7) pela equipe de fiscais do Procon-PB, após denúncias de vários consumidores através do disque 151 e redes…

PB Agora/Datavox: 65,7% aprovam gestão de Zé Mangueira, em Triunfo

A administração do prefeito de Triunfo, Zé Mangueira, do PTB, foi aprovada por 64,7% dos entrevistados na pesquisa PB Agora/Datavox, realizada entre os dias 31 de julho e 1º de…