Por pbagora.com.br
Imagem ilustrativa

Em um desdobramento da Operação Lava Jato, a Polícia Federal realiza mandados de busca e apreensão de documentos e computadores no gabinete do diretor do Sebrae da Paraíba, Neto Franca.

A operação conjunta com o Ministério Público Federal realizada na manhã desta terça-feira (25),  mobilizou cerca de 60 Policiais Federais para o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão em 4 cidades (Brasília/DF, João Pessoa/PB, Cabedelo/PB e Campina Grande/PB).

As informações são de que na sede do SEBRAE da Paraíba o clima é de apreensão pela repercussão do fato. Até o momento a direção da instituição ainda não se manifestou sobre o assunto.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após 20 dias internado, Padre espanhol morre de covid-19 na PB

Na tarde desta terça-feira (22), a Arquidiocese da Paraíba comunicou o falecimento do padre Carlos Bascaran Collantes, que estava internado há 20 dias, vítima de complicações da Covid-19. Seguindo as…

Inovação e tecnologia: Cícero realiza live com executivo que transformou Lisboa em capital das startups

O candidato à prefeitura de João Pessoa dos Progressistas, Cícero Lucena, estará realizando uma live nesta quarta-feira (23), às 17h, com o fundador do Polo Digital de Lisboa, Rui Coelho.…