O Tribunal de Justiça da Paraíba concedeu a redução do pagamento do aluguel em 50% a um estabelecimento comercial no aeroporto Castro Pinto, em Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa. A decisão tem validade até o término do estado de emergência decretado em função da pandemia do novo coronavírus.

No pedido de redução, o estabelecimento alega que durante a pandemia e a partir do decreto estadual que suspendeu o funcionamento do comércio, não teria sentido o pagamento integral do aluguel, já que não seria possível obter recursos se o seu imóvel alugado e fonte de renda se encontra fechado. O pedido era de que o pagamento referente ao mês de março, com vencimento em 10 de abril, fosse suspenso até o retorno normal das atividades.

De acordo com a decisão, a empresa solicitante é a Aeroportos do Nordeste do Brasil S.A, concessionária responsável pela administração dos aeroportos em vários estados do Nordeste, inclusive dois na Paraíba, o de João Pessoa e Campina Grande.

Conforme a decisão, a juíza Silvana Carvalho concedeu parcialmente a tutela antecipada, reduzindo o aluguel em 50%, pois entendeu que a suspensão integral do pagamento do aluguel acabaria transferindo todo o ônus desse momento delicado para a parte promovida, que também sofrerá em suas finanças nesse momento de instabilidade.

G1

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bairros de CG tem mudanças na coleta de lixo a partir desta segunda

O sistema de coleta de lixo domiciliar vai mudar em vários bairros de Campina Grande a partir desta segunda-feira (1º passando do período diurno para o noturno. A informação é…

Promotoria recomenda acolhimento de idoso em situação de vulnerabilidade no Centro Pop de JP

O Ministério Público da Paraíba recomendou à Secretaria de Desenvolvimento Social de João Pessoa que, em caráter com urgência, efetive o acolhimento institucional de um idoso no Centro Especializado para…