O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, desautorizou o pagamento das contas em atraso da prefeitura, recusando-se a pagar também seu débito com a Cagepa na ordem de R$ 12 milhões.

 

A Companhia de Água e Esgosto da Paraíba – Cagepa, em virtude do atraso e da recusa do pagamento da dívida, cortou o fornecimento de água, atitude tomada com qualquer consumidor inadimplente com a companhia.

 

Conforme decisão judicial o exorbitante débito da Prefeitura de Campina Grande com a Cagepa tem que ser pago. O prefeito, através da Procuradoria do Município, ainda não se pronunciou a respeito do assunto.

 

A medida só foi adota após diversas tentativas de renegociação da dívida, que estava em R$ 10 milhões, passando para R$ 12 milhões. Segundo informações, a Prefeitura de Campina Grande se recusou a comparecer as reuniões de negociação do débito.

 

Milena Feitosa
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro diz que Hélio Lopes é negro porque ‘demorou para nascer’

Durante a live da noite da última quinta-feira, 20, Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que o deputado Hélio Lopes (PSL-RJ) deu uma “queimadinha” porque “demorou para nascer”. Bolsonaro estava ao lado…

Análise: ficando provado que presos acusados de compor uma Orcrim não tem culpa, quem paga a conta?

Generalizemos e evitemos mencionar nomes, até para que não se forme juízo de valor influenciado por simpatias, antipatias, vinganças, apreço, ou coisa que o valha. Vamos lá: Imagine você que…