O prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, desautorizou o pagamento das contas em atraso da prefeitura, recusando-se a pagar também seu débito com a Cagepa na ordem de R$ 12 milhões.

 

A Companhia de Água e Esgosto da Paraíba – Cagepa, em virtude do atraso e da recusa do pagamento da dívida, cortou o fornecimento de água, atitude tomada com qualquer consumidor inadimplente com a companhia.

 

Conforme decisão judicial o exorbitante débito da Prefeitura de Campina Grande com a Cagepa tem que ser pago. O prefeito, através da Procuradoria do Município, ainda não se pronunciou a respeito do assunto.

 

A medida só foi adota após diversas tentativas de renegociação da dívida, que estava em R$ 10 milhões, passando para R$ 12 milhões. Segundo informações, a Prefeitura de Campina Grande se recusou a comparecer as reuniões de negociação do débito.

 

Milena Feitosa
PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: Paraíba registra mais dez mortes em 24h; já são 370 óbitos

Na noite desta segunda-feira (1º), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde, divulgou atualização das últimas 24h dos casos de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). De…

Dívidas trabalhistas: Justiça autoriza leilão do Mussulo Resort

Localizado no município do Conde, Litoral Sul da Paraíba e alvo de denúncias de dívidas trabalhistas, o resort de luxo Mussulo by Mantra irá a leilão. A decisão foi do…