Por pbagora.com.br

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB)empossou, durante sessão solene realizada na tarde desta sexta-feira (06), o seu novo presidente, desembargador Júlio Paulo Neto, eleito por unanimidade pela Corte Eleitoral.

A solenidade iniciada às 16 horas foi prestigiada por diversas autoridades, destacando-se entre elas, o presidente do Superior Tribunal de Justiça, Ministro Cesar Asfor Rocha, o corregedor geral da Justiça Federal, Hamilton Carvalhido, o Ministro do Supremo Tribunal Federal de Justiça, Francisco Cândido de Melo Falcão,o presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Luiz Sílvio Ramalho Júnior.

O desembargador Nilo Ramalho fez a abertura da solenidade. Em seu discurso, destacou algumas das qualidades do desembargador Júlio Paulo Neto, e saudou em nome da Corte. “A Corte Eleitoral vos recebe com carinho, alegria e uma imensa confiança”, disse Nilo Ramalho.

Após a assinatura do termo de compromisso regimental, os desembargadores Júlio Paulo Neto e Nilo Ramalho efetuaram a troca de cadeiras.

O procurador regional eleitoral, Werton Costa Magalhães, falou em nome do Ministério Público e o advogado Jovani Paulo Neto falou em nome da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Paraíba (OAB-PB).

No seu discurso o presidente Júlio Paulo Neto agradeceu aos membros deste Tribunal. “Quero agradecer primeiro a Deus, e aos membros desta Corte, pela confiança que depositaram em mim, e ao mesmo tempo, prometer que da minha parte, não faltarão esforços para não decepcioná-los”, ressaltou Júlio Paulo Neto.

Após o encerramento da sessão solene, as autoridades presentes, familiares e servidores foram convidados para um coquetel de cumprimentos no Salão Nobre no 6º andar do tribunal.

Da redação

Notícias relacionadas

Laudo falso para tomar vacina contra covid pode levar médico e paciente a prisão por até 5 anos

Emitir um laudo para uma doença que não existe, a fim de garantir que o paciente possa ser incluído no grupo prioritário e tomar a vacina para a covid-19 pode…

Covid: mesmo com alta de casos, situação está controlada, diz diretor do Pedro I

Médico, que há mais de um ano está na linha de frente no combate à doença, aponta indícios de superação da pior fase na cidade, após “21 dias muito difíceis”…