Por pbagora.com.br
 
 

Políticos e entidades emitiram notas de pesar para lamentar a morte trágica do ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira. O político foi assassinado a tiros, nesta manhã, de forma covarde, sem nenhum condição de defesa.

FAMUP

Famup lamenta morte do ex-prefeito de Bayeux Expedito Pereira ocorrida nesta quarta-feira em João Pessoa

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) lamentou nesta quarta-feira (9) a morte do ex-prefeito de Bayeux e ex-deputado estadual, Expedito Pereira. O político foi assassinado enquanto caminhava na Avenida Sapé, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, quando um motoqueiro se aproximou e atirou. Ainda não há informações sobre a motivação do homicídio. O crime ocorreu por volta das 9h30.

“A Federação lamenta o assassinato do ex-prefeito Expedito Pereira. Um homem público comprometido com as causas populares e que desempenhou gestões que contribuíram muito para o crescimento do município de Bayeux. A Famup e seus filiados externam seu mais profundo pesar aos familiares e amigos pela morte violenta do ex-prefeito Expedito”, disse George Coelho, presidente da Famup.

Expedito Pereira tinha 72 anos e era médico gastroenterologista e clínico geral. Foi vereador de Bayeux e prefeito do município por quatro vezes. Também foi ex-deputado estadual da Paraíba.

PREFEITURA DE BAYEUX

Prefeitura de Bayeux decreta luto oficial de três dias pela morte do ex-prefeito Expedito Pereira

O prefeito em exercício, Adriano Martins (MDB) e toda administração municipal manifestam os mais profundos sentimentos pelo falecimento do ex-prefeito da cidade, Expedito Pereira, aos 72 anos, assassinado em João Pessoa.

O decreto que oficializa três dias de luto no município, faz menção aos notáveis e relevantes serviços prestados por Dr. Expedito e sua destacada atuação na vida pública dos bayeuxens como cidadão, médico, vice-prefeito, prefeito, além de deputado estadual.

O documento considera o consternamento geral da comunidade bayeuxense e o sentimento de solidariedade e dor que se emerge pela perda de um cidadão político de ilibado espírito público.

Por fim, destaca ainda que é dever do poder público render justas homenagens aos que com seu trabalho, seu exemplo e dedicação, contribuíram para o bem estar da coletividade.

Em suas redes sociais, Adriano Martins destacou o luto da cidade. “Com grande tristeza no coração recebi a noticia do falecimento de Dr Expedito Pereira. Lamentavelmente perdemos um grande politico, medico e amigo da nossa cidade. Minha solidariedade aos familiares, amigos e todos aos bayeuxenses. Bayeux está de luto”, lamentou o gestor em exercício.

De Brasília, onde busca investimentos para o município, a prefeita de Bayeux Luciene Gomes (PDT) emitiu nota de pesar pela morte do médico e ex-prefeito.

Luciene lembrou que Dr. Expedito era um homem de índole pacífica, destituído de qualquer maldade e conceituado no município pelos enormes serviços prestados à comunidade como gestor público e médico.

CMJP

CMJP lamenta morte de ex-deputado estadual e ex-prefeito de Bayeux Expedito Pereira

Parlamentares da Casa Napoleão Laureano solidarizam-se com familiares e amigos pela perda repentina e brutal do gestor

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) expressa seu mais profundo pesar pela trágica morte do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, 72 anos. Ele foi vítima de assassinato, na manhã desta quarta-feira (9), e as motivações da morte estão sendo investigadas.

As vereadoras e vereadores da Casa Napoleão Laureano solidarizam-se com familiares e amigos de Expedito Pereira pela perda repentina e brutal, ao mesmo tempo em que ressaltam o importante legado deixado por ele enquanto médico, deputado estadual, gestor de saúde e do município de Bayeux.

Com formação médica, Expedito exerceu os cargos de secretário de Saúde da cidade de Santa Rita e diretor do Hospital Edson Ramalho. Em 1992, assumiu o cargo de prefeito de Bayeux, com a morte de Lourival Caetano. Foi eleito para a prefeitura da cidade em 1996 e reeleito em 2000.

Foi suplente na Assembleia Legislativa, entre 2007 e 2011, assumindo o mandato de deputado estadual de forma titular em março de 2009, na vaga deixada por Iraê Lucena.

 

Redação com Assessoria

 
 
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Hemocentro lança Dia D de doação de sangue no interior do Estado

Com o objetivo de aumentar o número de doações de sangue no interior do Estado, Hemonúcleos estarão abertos para atendimento aos doadores no sábado, ao menos uma vez por mês.…

Linhas de ônibus em JP são reforçadas neste domingo para o Enem

Haverá um reforço com 50 veículos extras e 120 viagens a mais nas linhas ônibus que circulam neste domingo (17) por conta do primeiro dia prova do Exame Nacional do…