A Paraíba o tempo todo  |

Homem é acusado de espancar o próprio filho até a morte

O pedreiro Roberto Soares Fidélis, de 37 anos, foi acusado pelos vizinhos de ter espancado o filho, Tanaka, de 9 anos, até a morte na cidade do Conde, no litoral da Paraíba. Fidélis foi levado para a delegacia do Conde para resguardar sua integridade física.  

O pedreiro Roberto Soares Fidélis, 37 anos, foi acusado por vizinhos de espancar até a morte o filho de apenas 9 anos. O caso aconteceu na cidade do Conde, no litoral da Paraíba. A Polícia levou Fidélis para a delegacia do Conde, posi populares ameaçavam lincha-lo.

O tumulto começou no velório do menino, na manhã deste terça-feira (10), quando conhecidos quiseram linchar o acusado. Familiares de Fidélis ligaram para Polícia, no intuito de evitar uma tragédia maior.  

Oito testemunhas, vizinhas da família, se apresentaram à Polícia para prestar depoimento contra o pai do garoto. Os vizinhos alegam que Roberto era muito agressivo com os filhos e que havia passado dos limites com Tanaka. Contudo, a esposa, mãe e irmãos de Roberto, garantem que a criança morreu após sofrer uma queda.

Tanaka morreu às 4h da madrugada de ontem (09). O corpo foi liberado pelo Departamento Médico Legal de João Pessoa no período da tarde.

A delegada responsável pela investigação do caso, Eliane Medeiros, informou que irá interrogar Fidelis ainda nesta terça-feira.
 

 

PB AGORA

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe