A Paraíba o tempo todo  |

Governador abre Salão de Artesanato

Governador abre Salão de Artesanato e anuncia linha de crédito para artesãos

O governador Ricardo Coutinho (PSB) participou da abertura oficial do 13º Salão de Artesanato Paraibano, que este ano tem o tema “Mãos de Mestre” em uma homenagem aos que trabalham com a tipologia madeira. Na ocasião, o governador anunciou que dentro do programa Empreender Paraíba haverá uma linha específica para o artesanato que possibilitará aos artesãos acesso a crédito, escoamento da produção e a divulgação dos produtos.

Ricardo Coutinho destacou que até julho o programa estará fazendo as primeiras liberações de recursos, gerando emprego e renda e movimentando a economia de “baixo de para cima”. Em seu discurso, o governador disse ainda que o Estado precisa fortalecer a identidade cultural e uma das formas para isso é através do artesanato.

“É por isso que mesmo com a difícil realidade financeira não estamos medindo esforços junto com o Sebrae e outras instituições para que nosso artesanato tenha uma presença marcante aqui e em todo Brasil”, destacou.

Após o descerramento da faixa simbolizando a abertura do salão, o governador ao lado da primeira dama do Estado, Pamela Bório, e do superientendente do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael, conheceram de perto o trabalho de 500 artesãos que estão no expondo seus produtos. Também prestigiaram o evento os secretários Renato Feliciano (Turismo e Desenvolvimento Econômico), Chico César (Cultura), Fernando Abath (Educação), Fábio Maia (Esporte) e o secretário de Desenvolvimento Econômico de João Pessoa, Raimundo Nunes, representando o prefeito Luciano Agra.

O superintendente do Sebrae Paraíba, Júlio Rafael, informou que a expectativa é que o salão gere R$1 milhão em vendas diretas e negócios futuros com encomendas feitas nos próximos meses. Júlio se disse otimista com as vendas devido ao grande volume de turistas que visitam a cidade neste momento e vão se encantar com a qualidade do produto paraibano.

Homenagem – Este ano, o 13 º Salão do Artesanato está homenageando sete mestres artesãos: Francisco Sales, Izequiel França, Bento de Sumé, Guariguazi, Nilson, Flávio Romero e Kacá Melo, que expõem peças em espaço nobre na entrada. A visitação será até o dia 6 de fevereiro.

O artesão Bento de Sumé, que trabalha a arte na madeiras há oito anos, disse que foi a realização de um sonho ser escolhido entre os homenageados do salão no meio de tantos artesãos de qualidade do Estado. As suas esculturas se destacam pelas linhas perfeitas esculpidas com a delicadeza de mãos calejadas pelo tempo.

O mestre Bento ressaltou que no salão do ano passado ano passado vendeu 100 peças esculpidas na sua própria casa em Sumé e espera superar a marca este ano, já que o tema é o artesanato em madeira.

Já o artesão Francisco Sales Barros, natural de Areal, começou a fazer esculturas em madeira há 5 anos quando teve a idéia de trabalhar peças com a casca do Cajá e sentiu a necessidade de fazer esculturas maiores. Seu trabalho intitulado “Favelas” chamou a atenção dos visitantes pelo detalhes e as cores que embelezam qualquer ambiente. “ Estou otimista com esse salão de artesanato pela visibilidade que a arte da madeiras está tendo e pelo fato de com muita honra ser um dos homenageados”, explicou o artesão.
 

 

PB Agora

com Secom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe