Por pbagora.com.br

Como previsto pelo portal em matéria neste final de semana os funcionários dos Correios de todo país deflagraram greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (18). Na Paraíba, o sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos (SINTECT-PB) afirmou adesão ao movimento que defende a manutenção do dissídio coletivo de trabalho.

Em nota, o secretário do sindicato no estado, Tony Sérgio, afirmou que “o Correios vinha se negando a negociar com os trabalhadores, não apresentando nenhuma contraproposta à Pauta de Negociações enviada pela categoria”.

De acordo com o secretário da FENTECT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), Emerson Marinho, por ser essencial, o serviço terá o mínimo de trabalhadores mantido. “Aumento na mensalidade do plano de saúde e do valor da coparticipação, redução da licença maternidade, redução do valor do vale alimentação… das 79 cláusulas conquistadas, a empresa está suspendendo 70 o que significa muitas perdas”, destacou Tony Sérgio, secretário geral do Sintect na Paraíba.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Casas das Cidadanias reabrem em JP, mas atendimento presencial tem que ser agendado

As Casas da Cidadania localizadas nos shoppings Manaíra e Tambiá reabrem a partir desta terça-feira (22), em João Pessoa, mas o atendimento presencial deverá ser agendado pelo site do Governo…

Sindicalista fala da volta da retomada dos serviços dos Correios, após decisão do TST

Os trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos devem retornar da greve amanhã, no Estado, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (Sintect…