Por pbagora.com.br

Em julgamento realizado pela Segunda Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, a ex-prefeita do Município de Bayeux, Sara Maria Francisca Medeiros Cabral, foi condenada a ressarcir o erário em R$ 24.304,56, referente ao pagamento irregular do Bolsa Família.

Na Quarta Vara Mista de Bayeux, O Ministério Público estadual ingressou com Ação Civil Pública de Ressarcimento ao Erário contra a ex-gestora, alegando diversas irregularidades nos Programas de Proteção à Criança à Adolescência e a Juventude e Transferência de Rendas com Condicionalidades – Bolsa Família. Apontou que ao todo foi apurado um prejuízo da ordem de R$ 218.764,56, somente com a execução dos programas sociais desenvolvidos pelo Município de Bayeux na gestão da ex-prefeita.

Sara Cabral foi condenada na Primeira Instância a ressarcir a quantia R$ 218.764,56 em favor do Município de Bayeux.

Em grau de recurso, a Segunda Câmara manteve a condenação de ressarcimento pelo dano ao erário causado na gestão do Programa de Proteção à Criança à Adolescência e à Juventude, no período compreendido de 01/01/2004 a 30/09/2005, apurado no montante de R$ 24.304,56, conforme o voto do relator do processo nº 0801230-09.2015.8.15.0751, desembargador José Aurélio da Cruz.

Da decisão cabe recurso.

 

Redação com TJPB

Notícias relacionadas

Mais de 60 cidades da PB estão sob alerta de chuvas com raios e ocorrências de alagamentos

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) colocou 64 municípios da Paraíba sob alertas de perigo potencial de chuvas intensas e acumulado de chuvas. Os avisos são válidos até as 10h…

PB tem 21 casos suspeitos de síndrome associada à Covid-19, em crianças

O Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), com dados avaliados até a semana Epidemiológica 8, terminada em 27 de janeiro, apontam que foram sinalizados 21 casos…