Por pbagora.com.br

O advogado Vital Costa está ingressando, nesta quarta-feira, com mais de 60 mandados de segurança contra diretoras de escolas estaduais do município de Cacimba de Dentro. A denúncia é grave: elas estão proibindo o acesso de servidores prestadores de serviços com mais de 20 anos de atividade e até professores ao local de trabalho. Segundo Vital, a medida das diretoras tem um objetivo claro: forçar uma situação para abertura de processo administrativo contra os pro-tempore para imediata demissão, abrindo espaço para que o Governo Maranhão III nomeie outras pessoas para os mesmos cargos.

Além de ingressar com mandados de segurança, com pedido de liminar, para que a justiça assegure o acesso e a assinatura do ponto aos servidores, Vital Costa está também orientando os servidores prejudicados pela postura das diretoras das escolas a registrarem ocorrência policial contra o fato. As escolas onde os problemas ocorrem são: Humberto Lucena, Perilo de Oliveira e Pedro Targino.

Liderança política no município de Araruna, Vital Costa considera “gravíssimo” o que está acontecendo em Cacimba de Dentro, pois está criando um clima de terror na região e já caracterizando situação de comoção social pela amplitude e consequencias diretas da medida. O fato já foi denunciado também pelo deputado Zenóbio Toscano (PSDB), da tribuna da Assembléia Legislativa, nesta terça-feira (7).

Vital Costa informou ainda que vai formalizar denúncia junto ao Ministério Público Estadual e à Delegacia Regional do Trabalho das arbitrariedades perpretadas pelas diretoras das escolas que, segundo ele, asseguram estar recebendo orientação da Secretaria de Estado da Educação.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-governador Ricardo Coutinho será papai pela terceira vez

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) será papai pela terceira vez. O anúncio foi feito pela esposa, nas redes sociais, Amanda Rodrigues, nesta quarta-feira, (05), mesmo dia em que é comemorado…

Azevêdo anuncia retomada do concurso para agentes socioeducativos da Fundac

O concurso público para o preenchimento de 400 vagas de agentes socioeducativos da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) será retomado a partir do…