Por pbagora.com.br

O aparecimento de rachaduras no prédio da Estação Ciência gerou também boatos de que a estrutura de uma das grandes obras da Prefeitura de João Pessoa estaria comprometida.

Entretanto, o Secretário de Obras da Prefeitura de João Pessoa, João Azevedo, desmentiu tais boatos nesta quinta-feira, dia 9, e afirmou que as fissuras verificadas no piso do andar superior são resultado da dilatação provocada com o calor dos últimos dia e que a necessidade de tais reparos seria previsível por se tratar de uma obra deste porte.

Ainda segundo o secretário, as rachaduras só ocorrem na camada de reboco e não comprometem a estrutura do prédio. O conserto poderia ser realizado através de remendos, mas a prefeitura decidiu trocar todo o granito do piso para que não apresentasse um aspecto de reformado.

A Estaçao Ciência continuará aberta ao público funcionando normalmente durante os reparos, sem qualquer risco à população. João Azevedo também admitiu que a Prefeitura ainda deve pagar R$ 2 milhões até a conclusão do serviços, mas isso só irá acontecer após o problema com as rachaduras for sanado.
 

O Norte online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Paraíba recebe mais 16 mil doses da CoronaVac e prepara distribuição

Na tarde desta segunda-feira (25), a Paraíba recebeu mais um lote com 16.600 doses da vacina CoronaVac, que servirá para dar sequência na imunizar de grupos prioritários. A CoronaVac é…

Semam-JP não descarta que contaminação química tenha causado mortes de peixes na Lagoa

A Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa (Semam-JP) não descarta que a morte de peixes registrada na lagoa do Parque Solón de Lucena seja resultado de uma contaminação química.…