Por pbagora.com.br

Na manhã desta segunda-feira (03), o diretor institucional do SITRANS, Anchieta Bernardino, anunciou que empresas de transporte público de Campina Grande poderão encerrar suas atividades nos próximos dias e demitir centenas de trabalhadores.

De acordo com Anchieta, por estarem operando com frota reduzida desde o mês de março, as empresas que integram os consórcios Santa Maria e Santa Verônica devem demitir 200 profissionais até o final deste mês.

A justificativa seria a queda brusca da receita das empresas por conta do baixo número de passageiros pagantes.

De acordo com o SITRANS, nos últimos 60 dias as empresas vêm conversando com fornecedores e bancos visando rever pagamentos, renegociar empréstimos e financiamentos de veículos.

O diretor do SITRANS disse ainda, que demissões no setor de transporte de passageiros estão ocorrendo no Brasil todo, com exceção para os municípios onde as prefeituras socorreram o serviço público, através de subsidio.

“Se não houver essa ajuda urgente, haverá o colapso total do sistema em 60 dias”, com a cidade podendo ficar sem o serviço, que é considerado pela Constituição Federal como essencial”, decarou.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mesmo com ações na Câmara e no MP, Cuité não nomeia aprovados em concurso

Mesmo com ação na Câmara Municipal protocolada  no Ministério Público, a prefeitura de Cuité deixou  de convocar os concursados aprovados no último certame público realizado no município. Os vereadores da…

Fique atento: ocupante de cargo comissionado não faz jus aos valores de FGTS

“O servidor nomeado para exercer cargo comissionado, de livre nomeação e exoneração, não faz jus aos valores de FGTS durante o período trabalhado, porquanto se trata de verba de natureza…