Ao comentar a o acordo estabelecido pela Justiça Federal divulgou esta semana entre o Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) e a União, o superintendente substituto do Dnit na Paraíba, Rayner Rembrandt, analisou a decisão que propôs a instalação de 1.140 novos controladores de velocidade nas rodovias federais, não concedidas à iniciativa privada, em todo o Brasil. Na Paraíba, ao todo, serão 73 equipamentos, destes 35 já estão em pleno funcionamento no sertão do estado.

O prazo final para a instalação das 38 lombadas eletrônicas e radares restantes, é de 60 dias. O total está bem abaixo dos 181 equipamentos previstos pelo Dnit para o estado. O superintendente substituto do Dnit na Paraíba, Rayner Rembrandt, explicou que a redução ocorreu em decorrência de contingenciamento. “Estamos vivendo um momento de contingenciamento muito grande e isso se reflete na redução desses números”, explicou.

Atualmente, apenas os 35 redutores de velocidade localizados no sertão do estado estão multando. “Os demais redutores já começarão a funcionar à medida que estiverem autorizados. Já temos alguns que estão praticamente em condições de operar”, explicou o superintendente.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário