Por pbagora.com.br

Na tarde desta quarta-feira (12), o desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Ricardo Vital, determinou a soltura de Breno Dornelles Pahim Neto, preso na última fase da Operação Calvário, no dia 17 de dezembro do ano passado.

A Calvário investiga supostas irregularidades em contratos envolvendo Organizações Sociais e o Governo do Estado na gestão do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho.

Breno, que tem residência no estado do Ceará, após ser determinada a sua prisão, entregou-se na sede da Polícia Federal no estado da Paraíba e encontrava-se recolhido na Penitenciária Média de Mangabeira, em João Pessoa.

Pahim Neto foi denunciado como integrante do núcleo financeiro operacional da suposta organização criminosa. No último dia 25 de janeiro, o Ministério Público Federal deu parecer favorável a sua soltura.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Agroindústria da cana-de-açúcar cobra prefeitáveis de JP quanto ao incentivo do uso do etanol e redução da poluição

No próximo domingo (29) os eleitores de João Pessoa irão às urnas escolher o novo prefeito da cidade. Questões ambientais como o aumento da temperatura global, redução da poluição atmosférica…

Ações e projetos de Wilson Filho estimulam doação de sangue 

Nesta quarta-feira (25), celebra-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. O deputado estadual Wilson Filho (PTB-PB), que tem diversos projetos de leis e ações que incentivam esta prática, aproveitou…