Por pbagora.com.br

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou, nesta quinta-feira (14), uma série de reuniões de orientação para a vacinação contra a Covid-19. A agenda é voltada para os secretários municipais da Paraíba e tem o objetivo de apresentar o plano estadual para os gestores e estabelecer ações e estratégias para a imunização.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Imunizações da SES, Isiane Queiroga, a finalidade do encontro é instrumentalizar as Gerências Regionais de Saúde (GRS), municípios e serviços de saúde para vacinação contra Covid-19. Também serão discutidos tópicos como a organização da rede de frio, a logística de recebimento e distribuição das vacinas, e descrição dos grupos prioritários com maior risco de desenvolver complicações e óbitos pela doença. A ideia é dar subsídios para que cada território elabore sua estratégia de aplicação da vacina.

A coordenadora explica que a Paraíba possui mil salas de vacinação, 12 centrais regionais de rede de frio e 11 veículos refrigerados para a distribuição nas 12 GRS. Ela enfatiza que a logística do deslocamento das doses está pronta, com segurança garantida no translado. “O Ministério da Saúde sinalizou que as doses serão enviadas a partir do dia 20 de janeiro. A distribuição para as Gerências Regionais será de imediato. Ainda não temos o quantitativo de doses que receberemos para essa primeira fase. O Programa Nacional de Imunização sinalizou que a entrega das vacinas será sequencial e de forma gradativa”, pontua.

Sobre o cronograma de vacinação, o plano está dividido em quatro fases. A primeira possui dois grupos e contempla a seguinte população: Grupo 1 – Trabalhadores de Saúde; povos de comunidades tradicionais quilombola; população indígena vivendo em terras demarcadas; e Grupo 2 – pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas; pessoas de 80 anos ou mais; pessoas de 75 a 79 anos.

“É importante informar que os profissionais de saúde que serão contemplados nessa primeira fase são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde. Incluímos também os que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos, doulas e parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados. Na hora da vacinação, será solicitado um documento que comprove a vinculação ativa do profissional. A orientação é que as doses sejam aplicadas nos serviços de saúde”, detalha.

O registro das doses aplicadas será nominal e individualizado, por meio do número do Cartão Nacional de Saúde ou número do CPF do usuário. A SES está estimulando a população a baixar e usar o aplicativo de celular do Ministério da Saúde, o Conect SUS, para agilizar no processo de vacinação. Isiane observa que a não apresentação do cadastro prévio e do aplicativo não será impeditivo ao ato de ser vacinado nas unidades de saúde.

Sobre o estoque de seringas e agulhas, a coordenadora do Núcleo de Imunização garante que a SES tem o suficiente para começar a primeira fase do plano. Além das 286 mil já disponíveis, a secretaria aguarda para os próximos dias a entrega de mais 272 mil seringas e agulhas e mais 1,8 milhão que serão entregues ao longo do período da campanha, assim como as doses da vacina.

A secretária executiva da Saúde, Renata Nóbrega, estava presente na primeira reunião e explicou que a versão atual do plano de vacinação ainda pode sofrer alterações de acordo com as atualizações do Ministério da Saúde. Ela reforçou que, mediante recebimento das vacinas, a SES repassará a todos os 223 municípios seguindo os critérios destacados pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A secretária executiva alertou ainda para as informações falsas que circulam e solicitou a colaboração dos municípios.

“A gente precisa quebrar essa corrente de informações de que a vacina não tem eficácia e não vai proteger a população. Nossa missão de coletivo da saúde pública é dar uma resposta aos paraibanos”, completa.

O Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19 foi elaborado pela SES em conjunto com a Sociedade Brasileira de Imunização na Paraíba e Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde. O documento completo está disponível no site do Governo da Paraíba exclusivo para o coronavírus.

 

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cirurgias eletivas devem ser retomadas nesta 6ª, na rede municipal de JP

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, anunciou durante entrevista recente que o município irá retomar a realização das cirurgias eletivas, cujas realizações foram adiadas devido a pandemia…

Mais de 30 mil alunos da Rede Estadual de Ensino farão Enem 2020; veja horários

Ao todo, 30.200 estudantes da 3ª série do Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino da Paraíba estão inscritos para fazer as provas do Enem, que acontecem neste domingo (17)…