Por pbagora.com.br

As ações do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) durante as festas de Réveillon resultaram em 604 atendimentos de emergência ou prevenção, nas praias de João Pessoa (512) e Cabedelo (92). As ações aconteceram dentro da Operação Réveillon, que empregou 104 militares extras, neste sábado (31) e domingo (1), para garantir a segurança dos paraibanos e turistas que participaram dos festejos nas orlas.

Conforme o comandante da operação, tenente coronel Keoma do Nascimento, cerca de 80% dos atendimentos foi de natureza preventiva, com 261 informações prestadas ao público, 201 ações socioeducativas, 12 advertências, duas vistorias e fiscalizações e 21 pontos bases. Na área operacional, tiveram destaques as ocorrências de primeiros socorros, com 42 casos.

“A maior parte delas consistiu no transporte e atendimento de pessoas desmaiadas com sinais de embriaguez. No entanto, houve um caso de uma vítima com parada cardiorrespiratória, que foi assistida pelo Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, mas não resistiu e faleceu”, contou.

Ainda segundo o oficial, durante toda a operação, o Corpo de Bombeiros foi acionado para efetuar a localização de sete pessoas que estavam perdidas, entre elas um idoso de 62 anos e crianças. A operação também contou com a distribuição de sete postos de guarda-vidas no perímetro das duas festas, sendo que eles não registraram nenhum afogamento ou resgate aquático. Também não houve casos de incêndio.

Fim de semana – Afora as ocorrências atendidas na Operação Réveillon, das 7h30 desta sexta-feira (30) até às 5h desta segunda (2), o Corpo de Bombeiros atuou em 841 ocorrências em toda a Paraíba. Os números incluem as demandas recebidas pelo 193, número de emergência da corporação, como também as intervenções preventivas, que representaram a maior parte dos casos com 607 ações.

Conforme o balanço, no período foram realizados 151 atendimentos pré-hospitalares, 50 ações de combate a incêndio e nove de busca e salvamento, além de cinco intervenções em emergência com produtos perigosos e nove outros socorros não classificados dentro dessas categorias.

Na parte de salvamento aquático, foram dez ocorrências, sendo três crianças perdidas, dois primeiros socorros, um afogamento sem óbito e outro que resultou em óbito e três outras ações não categorizadas. Teve destaque, ainda, a prevenção, com 284 ações socioeducativas, 204 informações prestadas ao público, 99 advertências, 18 pontos bases em eventos externos e duas vistorias e fiscalizações.

 

 

Secom

Notícias relacionadas

PMCG promove live de combate à exploração sexual de menores

Nesta terça-feira, 18 de maio, data em que é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, a Prefeitura de Campina Grande,…

Avião com Juliette arremete duas vezes e paraibana relata susto

A paraibana, campeã do BBB 21, Juliette Freire, contou através da rede social Twitter que passou por um susto durante um voo de avião nesta segunda-feira (17) do Rio de…