Por pbagora.com.br

Diante do cenário que estamos vivendo, a Energisa reforçou o atendimento aos clientes nos seus canais digitais: o aplicativo Energisa On, disponível para Android e IOS, e a assistente virtual Gisa, acessível no WhatsApp pelo número 83 99135-5540. Com todas as agências de atendimento presencial do estado fechadas, por causa do avanço da pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, a prioridade da Energisa é continuar atendendo bem seus clientes, sem que eles precisem sair de casa.

Para isso, o aplicativo Energisa On e a atendente virtual Gisa estão disponíveis 24h por dia, qualquer dia da semana, gratuitamente. Vale ressaltar que mais de 80% dos serviços oferecidos nas agências de atendimento físico também estão acessíveis para os clientes com praticidade, segurança e conforto nesses canais de atendimento.

Nos canais digitais da Energisa, o cliente consegue ter acesso a vários serviços como conferir o histórico de consumo, pagar ou parcelar contas de energia, solicitar emissão da segunda via da fatura mensal, mudar a titularidade, pedir religação, atualizar os dados cadastrais e até informar sobre algum problema ou falta de energia.

Para ser atendido pelos canais digitais, o consumidor precisa ter em mãos o número do CPF ou da Unidade Consumidora (UC) presente na conta de luz, para clientes residenciais, ou o CNPJ, no caso de empresas. Além do aplicativo Energisa On e assistente virtual Gisa, a concessionária também oferece atendimento aos seus clientes por meio do site energisa.com.br e do telefone 0800 083 0196.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: taxa de transmissão no Brasil é a maior desde maio, aponta estudo

A taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil nesta semana é a maior desde maio, segundo dados do Imperial College, de Londres. Um relatório mostra que o índice de transmissão…

Quatro servidores do Incra são afastados no âmbito da Fundo do Poço

Durante o cumprimento da Operação Poço Sem Fundo deflagrada hoje pela Polícia Federal em conjunto com o Ministério Público Federal e a CGU, quatro servidores do Incra foram afastados por…