Por pbagora.com.br

Na manhã desta quarta-feira, dia 31, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, confirmou a abertura de um novo processo de licitação para contratação de empresas de coleta de lixo e limpeza urbana para a capital paraibana.

A necessidade acontece após a PMJP suspender o contrato com três empresas responsáveis pelo serviço na Capital, que de acordo com a gestão operavam dentro de uma ilegalidade cometida na licitação realizada na gestão anterior, do ex-prefeito Luciano Cartaxo.

Ainda conforme Cícero, a gestão de Cartaxo “teve tempo para agir contra isso, mas agiu em conluio com as empresas”.

A alegação da atual gestão da PMJP é de que os serviços não vinham sendo cumpridos da forma prevista pelo contrato. Por meio da Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), a Prefeitura alega que as empresas não estavam disponibilizando todos os equipamentos e o pessoal descritos no contrato, além de utilizar materiais inferiores dos que foram apresentados na licitação, o que permite que o contrato seja rompido.

Uma das empresas conseguiu judicialmente a retomada do contrato, porém, ainda conforme a Emlur, ainda não houve notificação.

O prefeito afirmou que recorrerá da decisão.

PB Agora

Notícias relacionadas

Empresas iniciam execução de limpeza nesta semana em JP

Nesta segunda-feira (19) a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur) informou, que a contratação emergencial de duas empresas de engenharia para execução dos serviços de limpeza urbana e manejo…

MPF pede prioridade de vacinação para tabajaras e índios não aldeados

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou à Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB) e ao Distrito Sanitário Especial Indígena Potiguara (DSEI Potiguara) a vacinação contra a covid-19 para…